artigo

Senar-CE: 25 anos

00:00 · 27.03.2018

Diferentemente do técnico agrícola, que trabalha focado na produção, o técnico em agronegócio é voltado à gestão das empresas agrícolas. Mas, sua atuação não se limita aos processos internos de uma fazenda, podendo trabalhar em empresas comerciais, estabelecimentos agroindustriais, serviços de assistência técnica, extensão rural e pesquisa, revendas, consultorias e em empresas de fomento.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-CE) comemora 25 anos de atividades inserindo no mercado de trabalho, neste mês de março, os 42 primeiros técnicos em agronegócio, resultado de um curso iniciado em 2015, nos polos presenciais de Fortaleza e Cascavel, na modalidade de ensino à distância (80% online e 20% presencial), inclusive com aulas de campo.

Dada a importância do evento, o Sistema Faec/Senar-CE , promove uma solenidade oficial de formatura. São 14 turmas funcionando em quatro polos presenciais de Fortaleza, Cascavel, Quixadá e Quixeramobim, totalizando mais de 300 alunos, entre concludentes e em estudo. Técnicos de nível médio preparados para promover mudanças no meio rural. O Senar-CE oferece mais de 60  tipos de cursos em várias áreas. O maior desafio do técnico em agronegócio é aumentar a eficiência do mercado agrícola e industrial. Por meio de técnicas de gestão e de comercialização, este profissional atua no planejamento e auxilia na organização e no controle das atividades de gestão do negócio rural. Este profissional também é responsável por executar ações sociais e ambientais visando à sustentabilidade dos negócios rurais.

Sérgio Oliveira da Silva. Superintendente do Senar-CE

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.