Artigo

Reiniciar...

00:00 · 26.05.2018

Um dia desses, alguém me perguntou o que eu estava escrevendo. Queria saber em que conceito literário se enquadrava aquele pequeno texto. Não respondi, pois, na verdade não sei! A princípio me senti desconfortável por não saber. Talvez estivesse tentando fazer algo que somente os escritores reconhecidos têm permissão. Pensei sobre o assunto um bom tempo, até que me veio a conclusão! Escrevo sem regras, apenas tento expressar com palavras o que sinto e como vejo algumas coisas. Simples assim! Lembrei-me nesse momento que as regras sempre surgem após grandes acontecimentos! Após algum fato relevante, aparecem os "legisladores", impondo regras e conceitos que jamais existiram. Imagino que foi assim que surgiram partituras, versos, frases, estrofes e também as leis.

Comparando esta situação particular com a sociedade atual, percebemos que fatos importantes ocorrem com frequência. No entanto, nos falta a contrapartida dos legisladores em, no tempo certo, ajustar as regras ao momento em que vivemos. Chegamos a um ponto onde se tornou difícil, para alguns, seguir o que ditam as leis. Não couberam todos nos bondes da tecnologia, da educação, do trabalho e da ética... Bem como outros tantos que passaram a caminho do bem comum! Basta conferir... Melhor seria voltarmos no tempo. Proponho então, apagarmos o presente... Começar de novo. Sem críticos ou legisladores. Escrevendo com a alma e agindo com o coração!

Eduardo Guimarães

Engenheiro agrônomo

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.