mais lida da semana

Pastor é morto em assalto

00:00 · 15.09.2018
pastor
Antônio Wanderley da Costa era pastor da Igreja Assembleia de Deus ( FOTO: REPRODUÇÃO )

O pastor da Igreja Assembleia de Deus, Antônio Wanderlei da Costa, foi morto durante um assalto, na noite de segunda-feira,10/9, na rua 735, no bairro Conjunto Ceará. Na fuga, a dupla de assaltantes levou o veículo da vítima, uma Hilux de cor prata, confirmando o crime de latrocínio (roubo seguido de morte). Esta matéria da editoria de Polícia, de 10/9, foi a mais lida da semana no Diário do Nordeste.

Imagens de câmeras de segurança mostram o momento em que o pastor desembarca do carro, na porta da casa de um amigo que visitava. Dois homens se aproximam, um deles saca a arma e anuncia o assalto. Mesmo rendido, com as mãos para o alto, Antônio Wanderlei foi alvejado com dois tiros e morreu no local. O pastor veio de Tianguá, a 310km de Fortaleza, para um encontro de pastores.

Suspeito apreendido

O adolescente suspeito de roubar o veículo e assassinar o pastor foi apreendido, na tarde de quinta-feira, 13/9, por equipes da 2ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O diretor do DHPP, delegado Leonardo Barreto, informou que policiais saíram, ainda ontem, em busca dos demais suspeitos do crime. Leonardo Barreto disse que outros detalhes do caso serão repassados em coletiva de imprensa.

Um amigo da vítima, que preferiu não se identificar e acompanha a investigação, informou que o adolescente confessou ser o autor dos disparos que ceifaram a vida do pastor. O jovem foi transferido para um Centro Socioeducativo, em Fortaleza.

O amigo do pastor ressalta que a família não deseja vingança. "Ninguém da família quer vingança, e sim Justiça. Eles não querem que ninguém mais morra, mas que as pessoas que cometeram esse crime sejam afastadas do meio social, sendo presas e punidas", acrescenta. "A gente deseja paz, porque a violência é uma luta que não se ganha. Mesmo com mais policiais nas ruas, mais preparo, a criminalidade só aumenta. A sociedade é quem está perdendo", diz.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.