artigo

Pai é pai

00:00 · 12.08.2017

Pai e mãe. Iguais. Correlatos no carinho dos filhos. Ambos destacados em um dia exclusivo. Neste segundo domingo de agosto, repete-se a força magnética do segundo domingo de maio. As mães de maio estão solidárias na festa dos pais de agosto. Dia dos Pais! Analogia da afeição. Ambos merecem por toda a existência. Os pais no centro do salão de agosto. Festejo justo. Agosto dos pais tipicamente tangido pelas emoções do maio das mães.

Dizer papai tem o seu quê de encantamento. Reconhecimento do valor firme de quem assumiu a sociedade paterna, dando-nos a ótica, a visão da parceria da família. Exemplos de vida. Formação de caráter. Todo um mundo a principiar "seguros como a mão do papai!" - Belo sonho vivo de amor puro. Querer bem na dimensão capaz de nivelar os dois construtores da família crescente. Pai e mãe, hoje, dividindo as responsabilidades de forma tão estruturalmente iguais. Pai - o forte da relação, no sentido físico. Pai sempre herói nas relembranças das nossas caminhadas na estrada da vida. Dia dos Pais com a mesma sonorização do canto de amor do Dia das Mães. Ensejo maior para o registro especial em homenagem a todos os pais.

Quer no plano físico ou no astral, os pais estarão constantemente presentes entre nós. Dia dos Pais - data livre que tão bem podemos trabalhar no entusiasmo das boas recordações. Amor maiúsculo. Másculo. Forte e de uma suave grandeza que pereniza lembranças! Afinal, pode-se repetir o refrão "mãe é mãe", afirmando, em analogia, apenas com a troca de letras para dizer "pai é pai", e temos conversado mesmo na saudade dos que já partiram.

Paulo Eduardo Mendes. Jornalista

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.