Debates e Ideias

O eclipse solar de Sobral

00:00 · 26.05.2018

O eclipse solar total, de grande relevância, ocorrido em 29 de maio de 1919, inseriu a cidade cearense de Sobral nos anais da história da ciência. À época, os maiores astrônomos da Europa calcularam que só dois lugares no mundo permitiriam observações para constatar ou não a veracidade da Teoria da Relatividade Geral, de Albert Einstein: a Ilha do Príncipe, na África Ocidental, ou a cidade de Sobral, no Ceará.

Para ambas, seguiram equipes da Sociedade Astronômica Real, da Inglaterra. A equipe que se dirigiu à Ilha do Príncipe foi malsucedida devido ao tempo nublado que impediu seus trabalhos. A equipe que veio para Sobral, sob a direção do cientista Andrew Crommelin, teve melhor sorte e as imagens que obtiveram do fenômeno foram fundamentais para corroborar os resultados buscados, confirmando as previsões de Einstein.

A partir dessas observações, os cientistas concluíram que os raios luminosos oriundos das estrelas realmente sofreram desvios nas suas trajetórias retilíneas. O sucesso dessas observações comprovou a Teoria da Relatividade Geral e fez de Albert Einstein(1879-1955) uma celebridade mundial. Em consequência, em Sobral foi erguido um monumento, e posteriormente um museu, denominado Museu do Eclipse, onde estão em exposição a luneta e as fotos originais do evento.

E, para encerrar esta crônica com um fato jocoso, vou relatar o que moradores de Fortaleza contaram ter presenciado na data do "maior eclipse do século". Uma multidão ocupou a Praça do Ferreira usando óculos escuros e vidros esfumaçados para assistir o fenômeno e, extasiada, presenciou o sol esconder-se atrás da lua por mais de cinco minutos. Contudo, quando o sol reapareceu, fulgurante e esplendoroso, foi surpreendido com uma desvairada vaia, a maior que o sol tomou da Terra, comprovando a tese de que o cearense é irreverente por natureza. Mas, o astro-rei demonstrando superioridade e total indiferença continuou, sem mágoa, a sua missão de iluminar e aquecer a nossa cidade, a "loura desposada do sol", de que já falava o grande poeta Paula Nei.

Rui Pinheiro Silva

Coronel reformado do Exército

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.