artigo

Livro suave

00:00 · 28.04.2018

Título forte. Livro suave. Contraste, de plano, desse batismo que nos trouxe "De Covardes e de Heróis - Todos Temos um Pouco". Trabalho literário de Grecianny Carvalho Cordeiro. Ela autora de impacto. Sempre traz um livro ousado. Inteligente. Desta feita une "Covarde e Heróis" num mesmo patamar. Curiosidade natural a partir da capa. Avançamos na leitura agradável para descobrir o valor dessa antítese elaborada na trama romanceada de Grecianny. O livro suave pode ser lido de um fôlego.

O assunto abordado mexe com o leitor que tenta descobrir o porquê dessa jogada livre para dizer aspectos contrários de emoções. De covardia a heroísmo, convenhamos, é uma forma bem urdida de mostrar sentimentos contrários e estranhamente análogos na tese cuja defesa vem calcada na sensibilidade analítica de quem escreve buscando abrigo nas reflexões profundas de sentimento.

"De Covardes e de Heróis - Todos Temos um Pouco" tem "exemplos de amizade, de solidariedade, de carinho, de respeito no meio de tantas indelicadezas que presenciamos na vida". De fato, vamos descobrindo a cada página desse livro suave, o valor de um pensamento voltado para produzir um livro realmente suave. A leitura é tipicamente agradável na perspectiva que vai desenvolvendo a história em linguagem de profunda pureza. Um livro suave sim, no meio de tantas asperezas que pontilham as notícias do dia a dia de nossa imprensa. Grecianny Cordeiro mostra a essência do bem que modula sua atividade como promotora de Justiça, jornalista e escritora, sempre voltada para o lado humano da sua personalidade.

Paulo Eduardo Mendes. Jornalista

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.