GERMANO SIQUEIRA

Contato direto

23:17 · 28.06.2008
A sociedade sempre ouviu falar de juízes sisudos, proibidos de expressar opiniões fora dos autos dos processos em que atuam. Se é verdade que o texto da lei orgânica da magistratura nacional não mudou e que os magistrados continuam não podendo falar publicamente sobre processos específicos (art.36, III da Lei Complementar n.35), verdade também é que não lhes restou impedido o exercício da cidadania e da liberdade de expressão (art.5º, IX da Constituição Federal). Para uma entidade associativa que congrega juízes do Trabalho, a idéia de um blog (amatravii.blogspot.com) surge, juntamente com um site e uma newsletter, enquanto observava blogs de outras instituições e da conclusão de que esse tipo de canal de comunicação oferece muito mais interatividade com leitores do que qualquer outra forma de acesso via web. Atualmente, há um incontável número de pessoas que dedicam mais atenção a notícias e informações publicadas em blogs do que as encontradas em portais jornalísticos. Entre os motivos estão alguma afinidade ou relação de proximidade entre o leitor e o autor e também o fato de que o autor de um blog pode expressar-se de forma mais livre e espontânea, em gestos e afirmações de cidadania. O blog permite um retorno imediato do leitor através de seus comentários. Buscamos interatividade e não uma comunicação de mão única. No blog, postamos textos, mensagens, notas e análises de fatos cotidianos de autoria dos juízes do Trabalho no Ceará, com especial enfoque sobre o universo das relações de trabalho e suas correlações. Os textos e matérias divulgadas através do blog, pela própria natureza da ferramenta utilizada, não repercutem necessariamente a opinião da Associação, que se pronuncia de forma oficial através de seu site (www.amatra7.com.br). Esperamos que quem passar por nosso blog, seja um juiz do Trabalho de qualquer Região ou aqueles ligado ao universo das relações laboriais, possa achar posicionamentos similares, ou mesmo, contrários aos seus, mas, que sejam válidos a medida que possamos criar um diálogo proveitoso.

* Presidente da Amatra VII

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.