Coluna

Leitores e Cartas: mudanças climáticas

Leitores e Cartas

opiniao@diariodonordeste.com.br

00:00 · 03.09.2018
Não sou nenhum expert em climatologia, mas sou um bom observador das coisas que acontecem em nosso planeta. Pouco anos atrás, o período de chuvas no Ceará chegava até o mês de junho, prolongando-se até o início de setembro, vez por outra, com chuvas rápidas na madrugada, chamadas até de “chuvas do caju”. Ultimamente, nada disso tem ocorrido. O “inverno” deste ano terminou antes do previsto. Aquele friozinho de fim das chuvas, que começava na segunda metade de junho, e prolongava-se até fins de novembro, neste ano, teve início apenas no fim de julho, com aquela ventania noturna e o amanhecer com clima de serra. Vejamos até onde este clima gostoso vai. Creio que esta mudança deve-se à poluição, à derrubada das florestas, aos incêndios que estão ocorrendo e muitas outras causas que vêm contribuindo para o fim de nosso planeta. Observemos as tempestades de gelo cada vez mais intensas, o calor infernal que está matando pessoas e animais mundo afora, as previsões de tufões, ciclones, terremotos, e muitos outros males que não aconteciam em anos anteriores. Todos devem contribuir para melhorar a vida na Terra, e não tentar acabar com ela.

Amílcar Paula Pessoa
Fortaleza (CE)

Temer joga a toalha

O forte corporativismo nas instituições sempre prevalece e humilha trabalhadores do setor privado que ganham um quinto do que ganham funcionalismo público. E o presidente Michel Temer, jogando a toalha em fim de mandato, demonstrando que não quer briga com o funcionalismo publico, recua quanto ao reajuste para 2019, mas sugere que seja concedido em 2020. E atende também aos ministros do Supremo Tribunal Federal, que se auto concederam aumento de 16,38%., o que vai gerar efeito cascata no Judiciário. 

Paulo Panossian
São carlos (SP)

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.