coluna

Leitores e Cartas: morte de policiais

Leitores e Cartas

opiniao@diariodonordeste.com.br

00:00 · 24.08.2018

Quando morrem policiais, não vejo representantes dos direitos humanos se manifestando, não vejo "representantes do povo lamentando, não vejo políticos fazendo chororô, não vejo comoção nacional; apenas vejo muitas pessoas hipócritas festejando e a família chorando, junto com os amigos e colegas de farda.

Jades Olliveira
(Via Facebook)

Morte de policiais II

Profissionais armados, treinados e com autoridade para usar tais instrumentos são surpreendidos e, infelizmente, vêm a óbito. Aí vem os "entendidos" dizerem que a solução é armar a população, cuja maioria das pessoas nunca, nem sequer, chegou perto de uma arma. Vamos melhorar, meu povo! (Comentários sobre a matéria "Três policiais são mortos no bairro Vila Manuel Sátiro, em Fortaleza, publicada, ontem, nas redes sociais do Diário do Nordeste).

Edna Silva
(Via Facebook)

Hortas urbanas

Empresas têm incentivado a manutenção de hortas urbanas, até com finalidade medicinal, o que é bom. A administração Municipal adotou a ideia, aproveitando espaços ociosos de Fortaleza e bem qualificando sua ocupação; como pode ser visto no Conjunto Ceará e Granja Portugal, o que também é bom, mas ainda pode e deve ser feito muito mais pela Prefeitura, já que existem muitos espaços ociosos e comunidades carentes de alimentos e de ações sociais.

Roberto Guedes de Matos
Fortaleza (CE)

Bilhete infantil

Quando tiver dez anos seguirá carreira política, tamanho a desenvoltura para ludibriar as pessoas e ainda terá vaga garantida no PT ou PSDB. (Ilação de internauta sobre a matéria "Menino de cinco anos escreve bilhete em nome da professora para faltar aula" publicada nas redes sociais do Diário do Nordeste)

Nilberto Soares
(Via Facebook)

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.