COLUNA

Leitores e Cartas: an arrier

Leitores e Cartas

opiniao@diariodonordeste.com.br

00:00 · 04.07.2018

Terminaram as festas juninas, isto é, as festas católicas de junho, quando se comemoram os dias de Santo Antônio, considerado o santo casamenteiro, o de São João, antigo perseguidor dos discípulos de Cristo, depois convertido ao Catolicismo, e, por fim, o de São Pedro, padroeiro dos pescadores e substituto de Cristo na Terra. É nesse período que são realizadas as "quadrilhas" juninas, onde moças, rapazes e até crianças, nos seus trajes típicos nordestinos, dançam e cantam músicas, que, acredito, são oriundas da França como: anarrier, alvantan etc . Por quê? Antigamente, as danças e músicas juninas eram suaves como: "olha pro céu meu amor, veja como ele está lindo, ...". Atualmente, nas festas juninas, nos forrós, as pessoas dançam tão ligeiras que parecem bonecos elétricos e as músicas sem sentido, são apenas para "gringo" ouvir. Uma pena.

Amílcar Paula Pessoa
Fortaleza (CE)

A caminho do Hexa

Diferentemente dos corruptos da classe política, e alguns ministros do STF que envergonham a Nação, nossos jogadores da Seleção Brasileira vêm, com muita dignidade, defendendo o País, na Copa da Rússia 2018! E a caminho do Hexa, vêm demonstrando crescimento dentro da competição, partida a partida. Na última, venceram com sobriedade, nas oitavas de final, a Seleção do México, por 2 x 0! Com Neymar fazendo sua melhor partida, a Seleção Canarinha já está nas quartas de final. Faltam três jogos! O próximo na 6ª feira, será contra a forte Bélgica! E sem esquecer as excrescências praticadas pelos nossos governantes, como protagonistas também do alto desemprego no País, 210 milhões de brasileiros comemoram a produtividade, e competência dos nossos atletas pela possível também, conquista de mais um título mundial.

Paulo Panossian
São Carlos (SP)

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.