Coluna

Leitores e Cartas

Leitores e Cartas

opiniao@diariodonordeste.com.br

00:00 · 14.02.2018 / atualizado às 01:01

A gramática em uso

Ao tempo em que se pode dizer ser a língua mutante, como o são os fatos sociais, também é possível afirmar existirem algumas construções que precisam aderir ao padrão culto formal do idioma. Expressões como "as custas" e "a custa", por exemplo, têm significações diferentes. A primeira designa algo às expensas de alguém: "vivia às custas do pai". A segunda possui relação com esforço: "a custa de muita luta,...". Cuidado com a expressão "a vista". Aqui não há a crase, pois na compra a vista, registra-se o "a" preposição, não havendo o "a" artigo antes do termo "vista", para a junção dos "as". Não se diz venda ao prazo. Vende-se a prazo. Vende-se a vista! O termo encima, embora sem registro no Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (VOLP), existe quando advindo de encimar, verbo designativo de colocar em cima, coroar. E difere da locução adverbial em cima, opostamente a "em baixo", estes últimos também podendo ser grafados "por cima" ou "por baixo", significando algo que está acima ou abaixo. Valer a pena também não aceita a crase. Isso porque ali há apenas o artigo "a", sem qualquer preposição antecedida à palavra pena. É o mesmo que dizer que vale a pena, porque vale o sacrifício, não sendo do padrão culto registrar vale "ao sacrifício".

Navy Adhe
Fortaleza (CE)

Paraíso de luxo

Praia de Jericoacoara, um lugar lindo, mas agora transformada em um paraíso de luxo. Pena que muitos nativos cearenses não podem mais usufruir desse paraíso devido a alta de preços da região. Mais parece uma ilha dentro do Ceará, feita apenas para ricos... Incrível como as coisas ficaram caras de cinco anos para cá.(Comentário de internauta sobre a matéria "Jericoacoara atinge o topo do turismo nacional", publicada nas redes sociais do Diário do Nordeste).

Rodolfo Paz
(Via Facebook)

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.