Coluna

Leitores e Cartas

Leitores e Cartas

opiniao@diariodonordeste.com.br

00:00 · 13.10.2017

Saúde está doente

Enquanto o País vive sobressaltado com escândalos de corrupção e se não bastasse o corporativismo existente das classes dominantes, principalmente dos bancos, eis que surge um iluminado e por uma decisão liminar proíbe, de uma só vez, o exercício regular da enfermagem em todo o território nacional, principalmente nas cidades e lugarejos distantes das sedes, proibindo a realização de exames preventivos constantes nos cuidados prioritários em saúde pública. Doenças crônicas não-transmissíveis (HAS e DM), tuberculose, hanseníase, saúde da mulher (rastreio para câncer de colo de útero e mama) e sífilis não mais terão continuidade sobrando a doce ilusão da existência de médicos espalhados em todos os lugarejos do território nacional. Entretanto, decisão judicial se cumpre, mesmo que seja prejudicial à população com um todo.

Hilário Torquato
Fortaleza (CE)

Saúde está doente II

Necessitando de uma emergência visitei dois hospitais conhecidos em Fortaleza e constatei atendimentos deficitários nas emergências médicas. Longas filas de espera para quem tem plano de saúde. Fiquei a imaginar: e quem não tem plano sofre mais. Quem tem plano sofre também. A superlotação é originária do crescimento do número dos associados e a não contratação de novos médicos e prestação de novos serviços. Ouvi o comentário: "Quem tem plano está na mesma situação dos usuários do SUS" . Ou melhoramos o atendimento ou será melhor usar os serviços das cooperativas médicas e abandonar os planos de saúde que não suprem a necessidade quando mais precisamos. Uma consulta particular com um médico cooperado resolveu melhor que pagar um plano de saúde por longos anos e não ser bem atendido. Plano de saúde está igual ao SUS!

Paulo Roberto Girão Lessa
Fortaleza (CE)

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.