Coluna

Debates e Ideias: São João no Brasil

Debates e Ideias

opiniao@diariodonordeste.com.br

00:00 · 17.06.2017

Junho é mês de festa. A temporada oficial de São João começa a ganhar as ruas e movimentar o turismo, principalmente no Nordeste brasileiro. Por trás das bandeirinhas, da fogueira, das roupas, danças e comidas típicas existe inclusão social, geração de emprego e renda. São milhares de brasileiros que trabalham em função desse grande evento - produzindo fantasias, artesanatos, ou preparando o melhor da gastronomia regional.

As festas juninas já movimentam a economia do Brasil, mas têm potencial para contribuir de maneira ainda mais efetiva. Acredito que os festejos podem ganhar ainda mais projeção - não só nacional, mas também fora do Brasil. Esse o grande desafio do Ministério do Turismo - transformar o São João em um grande produto turístico, capaz de atrair visitantes estrangeiros e estimular cada vez mais o turismo doméstico.

De acordo com o Fórum Econômico Mundial, num ranking de 136 países, a cultura brasileira figura na 8ª colocação e, com certeza, os festejos comemorados em junho têm a sua parcela de contribuição para essa colocação. Trata-se de uma manifestação cultural extremamente rica que tem enorme potencial para se transformar em um novo Carnaval.

Mas de nada adianta termos os atrativos se não soubermos trabalhá-los, divulgá-los e transformá-los em negócios e oportunidades para a nossa população. Para que isso aconteça, estamos investindo fortemente em um conjunto de medidas, que passa pela identificação dos festejos, apoio financeiro e realização de ações de promoção e comercialização.

Para começar, nosso desafio foi cadastrar o maior número de festas pelo País. Este ano, catalogamos 96 festejos no Calendário Nacional de Eventos, em 87 cidades e 21 estados. Somente no Nordeste foram registrados 38 - quatro deles no Ceará. Após identificação dos festejos, abrimos uma chamada pública para a realização de ações de promoção e cinco cidades foram contempladas - Campina Grande (PB), São Luís (MA), Corumbá (MS), Belo Horizonte (MG) e Bragança (PA).

Os destinos receberão jornalistas e influenciadores digitais de todo o País para apresentarem um pouco de suas festas e atrações. Estamos vendo que, apesar de o Nordeste ter forte tradição na organização desta importante manifestação da cultura do nosso povo, o São João é uma festa brasileira. De todo o Brasil.

Por isso, além das ações de promoção, estamos investindo cerca de R$ 5 milhões na realização dos eventos, distribuídos entre 13 municípios do País. Um dos contemplados é o festejo de Maracanaú (CE). Acredito que todas as ações que estão em andamento vão colocar, em definitivo, o São João no rol dos grandes eventos turísticos do País e na prateleira de produtos genuinamente brasileiros, gerando ainda mais empregos e renda para a população. Com as bênçãos de Santo Antônio, São João e São Pedro.

Marx Beltrão - Ministro do Turismo

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.