Artigo

Burocracia

00:00 · 16.04.2018

A expressão burocracia se refere ao predomínio exagerado do aparelho estatal no conjunto da vida pública ou nos negócios privados. Significa também o poder da ação dos operadores públicos nas respectivas áreas da sua atuação ou em outro ambiente de trabalho. A origem da expressão é proveniente de estudos levados a efeito pelo economista Max Weber, precursor da teoria da burocracia - para sistematizar a forma como as empresas se organizavam. Sua definição inclui à organização baseada em regras e procedimentos regulares onde cada pessoa possuia sua especialidade e responsabilidades segundo a divisão das tarefas. O seu significado é também aplicado de maneira pejorativa, quando se refere à tramitação excessiva de processos relativos a interesses - os mais diversos juntos administração pública e esfera judicial, etc. Muitos estudiosos afirmam que essa maneira de ver a burocracia é fruto de uma visão distorcida que provêm dos leigos, em relação ao tema. Em contraponto, assinalam que a burocracia moderna significa o modo eficiente de tocar as iniciativas, tanto no ambiente público como nas relações com o mercado - no segmento privado. A sua motivação baseia-se em rotinas pré-estabelecidas, porém em contexto que compromete a racionalidade preconizada. A ênfase é a impossibilidade de se afastar das normas e instruções ortodoxas, já conhecidas e experimentadas. Weber baseou a sua teoria nos princípios: formalização das regras; divisão do trabalho; hierarquia; impessoalidade; competência técnica; separação entre as propriedades e previsibilidade de cada funcionário. E assim buscou desenvolvê-la.

Cláudio Montenegro
Administrador

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.