artigo

Brincar para crescer e aprender

00:00 · 21.04.2018

Os espaços públicos, como as praças e outros equipamentos, têm a finalidade de promover as relações interpessoais, igualdade de oportunidades a todas as crianças sem qualquer distinção, possibilitando brincadeiras, vivência do coletivo e da cidadania, contato com a natureza, além de fortalecer os vínculos comunitários e contribuir para a cultura de paz.

Na maioria das cidades brasileiras, esses espaços deixaram de existir ou mudaram de função e, assim, as crianças tiveram sua liberdade de brincar e de se movimentar reduzida, limitando o desenvolvimento e sua maneira de perceber e interagir com os espaços sociais.

As brincadeiras, além de prazer e criatividade, proporcionam o desenvolvimento da linguagem, da aprendizagem, das bases psicomotoras e contribuem para a ampliação da autoestima, da capacidade de resolver problemas e conviver com regras e, consequentemente, do seu repertório social. Brincar é a mais legítima forma de expressão e é uma atividade vital para a criança.

Como principal política de atenção à infância, o governo do Estado instituiu o Programa Mais Infância Ceará, com a finalidade de contemplar as várias etapas do desenvolvimento infantil, numa atuação institucional multidisciplinar baseada nos pilares Tempo de Crescer, Brincar e Aprender.

No Tempo de Brincar duas importantes ações estão sendo implementadas nos municípios cearenses para garantir às crianças e suas famílias o direito de brincar e usufruir dos espaços públicos: a implantação das Brinquedopraças e das Praças Mais Infância, que são especialmente planejadas e construídas visando o resgate dos territórios do brincar.

As brinquedopraças se dão pela revitalização de praças já existentes, por meio da instalação de kits de brinquedos adequados a cada etapa do desenvolvimento infantil, buscando a melhoria da qualidade de vida e o desenvolvimento das crianças em suas capacidades emocionais, motoras e cognitivas.

Foram entregues 29 equipamentos, 18 estão em execução e mais 100 previstas. Já as Praças Mais Infância são espaços compostos por playground, quadra poliesportiva, equipamentos de ginástica, espiribol, bicicletário, área de convivência e espaços cobertos multiusos, nos quais poderão ser realizadas atividades artísticas, culturais, educacionais e de lazer, ampliando as dimensões coletivas favoráveis ao crescimento saudável.

Realizamos a entrega das praças de Viçosa do Ceará e Acaraú e mais 30 estão em construção, execução e em processo de licitação. Essas ações contribuem para o resgate das praças como um lugar de encontros intergeracionais e memórias afetivas oportunizando o fortalecimento dos vínculos familiares e o desenvolvimento integral das crianças.

Onélia Leite de Santana. Psicopedagoga, primeira-dama do CE

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.