Artigo

Aparecida: 300 anos

00:00 · 12.10.2017

Grande é a alegria do jubileu dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, quando, agradecidos, recordamos o inaudito acontecimento, na pesca milagrosa de 1717, no Rio Paraíba do Sul-SP. A comemoração do referido jubileu teve início aos 12 de outubro de 2016, com todo o seu desenrolar e conclusão para 12 de outubro de 2017, com o que foi proposto: celebrar, fazer memória e agradecer. O convite belo e maravilhoso de Maria é o de nos mostrar o caminho certo do seu Filho Jesus, com feliz esperança e gratidão de Deus, como nas palavras tão conhecidas: "Fazei tudo o ele vos disser". A Virgem Aparecida quer nos ensinar a confiança no Deus das Bodas de Caná, para que não nos falte o vinho da nova aliança, bom e inigualável, segura garantia do nosso alimento rumo ao final feliz da eterna romaria: a Jerusalém celeste. Quão maravilhoso é em Maria não se encontrar nada de obstáculo, de imperfeição, de falha! Somos animados, em nossa persistente caminhada do dia a dia, a buscar, na esperança, o triunfo da vida eterna. Ao encerrar o Ano Mariano do Tricentenário da Padroeira do Brasil, que fique mais clara a nossa missão, de prosseguir nosso caminho rumo ao definitivo, na certeza de que árdua e exigente é a caminhada. Guardemos no coração a seguinte imagem da Santa Mãe de Deus: "É a toda bela, toda pura, toda santa, a glória de Jerusalém, a alegria de Israel, a honra do seu povo, a nossa honra, garantindo o pleno êxito da redenção pela sua íntima participação na obra redentora do seu Filho". Maria, nossa boa mãe, ensine-nos a recorrer, na dor, a quem pode socorrer. Amém!

Geovane Saraiva
Padre e jornalista

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.