Mandato completo

Studart permanece na Fiec até 2019

01:00 · 07.10.2017

Após nova reunião da diretoria plena da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec) nesta sexta-feira (6), o presidente da entidade, Beto Studart, mudou de ideia e disse que não irá mais deixar o cargo neste ano. O presidente vinha propondo a redução do mandato de cinco para três anos. Caso isso acontecesse, Studart poderia deixar o comando da Fiec cumprindo o seu exercício até o fim, já que tomou posse no ano de 2014. Mas, após discussões na reunião desta sexta, classificada por Studart como "excepcional", o presidente decidiu recuar e anunciou que permanece na função até 2019.

"Começamos a reunião às 11h e fomos até às 14h30, discutindo o que seriam melhor para a federação, para os presidentes dos sindicatos, o que pudesse satisfazer a todos. A conclusão a que nós chegamos foi eu ficar até 2019", disse Beto Studart. "Para evitar um maior desgaste da federação, vou continuar", acrescentou o presidente.

Apesar de admitir que surgiram discordâncias durante a reunião, Studart nega que tenham sido criadas dissidências na Fiec. "Fico tudo muito tranquilo. Somos todos adultos, todos parceiros", disse. "Eu tinha um objetivo, que era diminuir do tempo de todos os mandatos, e não entenderam que isso era uma atitude nobre", resumiu. "Mas estou muito feliz por ter resolvido dessa forma", concluiu.

Pereira e Perdigão

Segundo o presidente, os principais discordantes da proposta de redução do mandato foram Alexandre Pereira, primeiro vice-presidente, e Hélio Perdigão, um dos três vice-presidentes da instituição. De acordo com o estatuto atual, no caso de Beto Studart deixar a presidência, assumiria o primeiro vice.

Na reunião em que Studart havia apresentado a proposta de modificar o estatuto da Fiec para reduzir o mandato, na quarta-feira (4), Pereira não estava presente, e a diretoria havia aprovado a mudança por unanimidade. A expectativa do presidente era de que a proposta seguisse, então, para aprovação do conselho de representantes da federação, composto por delegados dos 40 sindicatos filiados.

Studart chegou a apontar dois candidatos para disputar o comando da Fiec em eventual eleição neste ano: Ricardo Cavalcante, atual diretor administrativo, e Alexandre Pereira.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.