NA ORLA DE FORTALEZA

Roda-gigante é prevista para Réveillon 2019/20

A expectativa da Prefeitura é que as obras do equipamento sejam iniciadas no fim deste ano

01:00 · 14.03.2018 por Bruno Cabral - Repórter
Image-0-Artigo-2374220-1
Empresa que formalizou o interesse na construção do equipamento em Fortaleza é composta por profissionais do escritório responsável por elaborar o projeto arquitetônico da London Eye, símbolo de Londres

Inicialmente prevista para ficar pronta até o fim deste ano, a roda-gigante que a Prefeitura de Fortaleza pretende que seja instalada na orla da Capital deverá ser inaugurada para o Réveillon de 2019 para 2020, segundo informou o secretário do Turismo de Fortaleza, Alexandre Pereira. A expectativa é que as obras sejam iniciadas no fim deste ano. Com mais de 100 metros de altura, o equipamento que será construído no espigão da Rua João Cordeiro, contará com 24 gôndolas com capacidade para 30 pessoas, cada.

O empreendimento, cujo investimento é estimado em mais de R$ 100 milhões, está previsto na concessão do espigão e será realizado pela empresa vencedora do processo licitatório. "A ideia é começar a obra no fim do ano, e não terá investimento nenhum da Prefeitura", disse Pereira, ontem, durante o encontro-almoço "Com a Palavra", promovido pela CDL Jovem para seus associados, no qual apresentou os projetos turísticos previstos para a Capital.

"Tem uma empresa que entrou com o PMI (Procedimento de Manifestação de Interesse) para a execução do projeto. Nesse primeiro momento, a gente faz a licitação para que as empresas interessadas façam os estudos, e no segundo semestre haverá a licitação para ver quem vem fazer esse investimento. A prefeitura não tem nenhum custo", disse o secretário.

Projetos

A empresa que formalizou interesse na construção do empreendimento, por meio do PMI, é brasileira é composta por profissionais do escritório responsável por elaborar o projeto arquitetônico da London Eye, em Londres. "Eles ainda estão fazendo os projetos, e essa mesma empresa pode ficar responsável pela construção e pela operação da roda-gigante", disse Alexandre Pereira.

Ônibus turístico

Demanda feita pela Fraport, administradora do Aeroporto Pinto Martins, a linha de ônibus que fará a rota o terminal aeroportuário e a rede hoteleira da orla deve começar a funcionar nos próximos 30 dias. Segundo o secretário, falta apenas definir detalhes referentes à possibilidade de utilizar os veículos para fins publicitários, para garantir a viabilidade econômica da linha. "A empresa detentora dessa linha já fez essa operação durante a Copa do Mundo de 2014. Mas, pela proximidade do aeroporto e a rede hoteleira, ela pode ser deficitária. Então a gente vai buscar soluções, como patrocínio dentro e fora dos ônibus. De todo modo, a previsão é de que nos próximos 30 dias ela esteja rodando", disse Pereira.

Já as linhas de ônibus que fará roteiros turísticos na Capital, duas empresas, que participaram da licitação, ainda estão na disputa para fazer a operação. "Eu gostaria que em três ou quatro meses a gente estivesse com esses ônibus rodando", disse Alexandre Pereira, sem determinar um prazo para o início da rota. Esta linha deverá funcionar das 8 às 19 horas, com tíquete válido por todo o dia de operação. Conforme já detalhado pela Prefeitura, o veículo contará com ar condicionado, Wi-Fi, banheiro e guia multilíngue.

Com itinerário pré-definido e paradas exclusivas, o ônibus turístico deve sair da Praça da Estação e passar pelo Centro Cultural Dragão do Mar, Mercado Central, Praça Portugal, Feirinha da Beira-Mar, Mercado dos Peixes, Aterro da Praia de Iracema, Estoril, Polo gastronômico da Varjota e Museu da Fotografia.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.