3º lote

PIS/Pasep: R$ 631 mi para cearenses

01:00 · 15.09.2018
Image-0-Artigo-2453539-1
Servidor público deve procurar o Banco do Brasil para informações sobre o valor e a data para receber. Os da iniciativa privada devem ir à Caixa ( FOTO: JOSÉ LEOMAR )

O terceiro lote do PIS/Pasep, que começou a ser pago na última quinta-feira (13), tem um montante de R$ 631,2 milhões destinados somente para beneficiários cearenses, segundo informou nessa sexta-feira (14) o Ministério do Trabalho. Ao todo, 805,8 mil trabalhadores devem ser beneficiados no Estado.

"O valor a ser liberado a trabalhadores cearenses é o terceiro maior do Nordeste. Até o final de agosto, nos dois primeiros lotes, foram pagos R$ 132,4 milhões, para 169 mil pessoas no Ceará, o que representa 17,34% do total de quase 975 mil beneficiários identificados no estado", informa a nota do MTE.

O Ministério informa ainda que o valor pago a cada beneficiário é proporcional ao tempo trabalhado formalmente, ou seja, com carteira assinada, ao longo de 2017. Essa regra indica que os trabalhadores que estiveram empregados o ano todo recebem o valor cheio, "que equivale a um salário mínimo (R$ 954)". "Quem trabalhou por apenas 30 dias recebe o valor mínimo, que é de 1/12, e assim sucessivamente", acrescenta a nota.

Montante nacional

Com prazo final para saque em 28 de junho do próximo ano para todos os trabalhadores, o terceiro lote do Abono Salarial ano-base 2017 deve pagar um total de R$ 1,4 bilhão para 1,9 milhão de beneficiários em todo o País.

O calendário estabelecido pelo Ministério do Trabalho determina que, "até o final deste ano, serão liberados os pagamentos para nascidos entre os meses de julho e dezembro. Quem nasceu entre janeiro e junho deve receber o benefício só a partir de janeiro do próximo ano.

Quem tem direito

Inscritos com dados informados corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (Rais), os trabalhadores que têm direito a receber o benefício precisam estar inscritos no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e tenham trabalhado com carteira assinada por pelo menos um mês em 2017 - "com remuneração mensal média de até dois salários mínimos".

Para receber, os trabalhadores da iniciativa privada devem procurar a Caixa Econômica. A consulta pode ser feita pessoalmente pelo telefone 0800-726 02 07. Para servidores públicos, a procura será no Banco do Brasil, que fornece informações pessoalmente pelo telefone 0800-729 00 01.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.