Após repercussão

Temer desiste de aumentar percentual de álcool na gasolina

O presidente resolveu, no entanto, ampliar por decreto a parcela de biodiesel no diesel dos atuais 6% para 10%.

11:26 · 13.03.2018
temer
Temer desistiu após reações contrárias à medida dentro do próprio governo e de setores que participaram das discussões ( Foto: Evaristo Sá / AFP )

Após a repercussão gerada pela proposta de aumentar proporção do etanol na gasolina de 27% para 40% até 2030, o presidente Michel Temer recuou e decidiu regulamentar o programa destinado a biocombustíveis, RenovaBio, sem alterar a composição atual, informou hoje a Folha de S. Paulo. Segundo a publicação, Temer desistiu após reações contrárias à medida dentro do próprio governo e de setores que participaram das discussões.

.Temer propõe decreto que aumenta percentual de etanol na gasolina para até 40%

Ainda segundo o periódico, auxiliares do presidente afirmaram que Temer resolveu, no entanto, ampliar por decreto a parcela de biodiesel no diesel dos atuais 6% para 10%.

Em nota, o Ministério de Minas e Energia afirmou que não havia previsão na lei (que criou o RenovaBio) para o aumento do etanol por decreto. "Não há nenhum estudo ou documento (...), em qualquer esfera do governo, que cogite da elevação da mistura do etanol, dos atuais 27% em vigor", diz a nota. "[o programa] Prevê o estabelecimento de metas nacionais de redução de emissões de carbono para a matriz de combustíveis.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.