balança comercial

Previsão de superávit comercial segue em US$ 50 bilhões

Alta do dólar ainda não afetou as importações que continuam em crescimento

13:35 · 14.06.2018 por Estadão Conteúdo
Balança Comercial
Governo americano poderá flexibilizar a cota redutora de produtos acabados da indústria siderúrgica ( Arquivo )

Apesar do choque recente no câmbio, o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge, mantém a previsão de saldo positivo de US$ 50 bilhões para a balança comercial este ano. Até maio, o superávit comercial foi de US$ 26 bilhões. 

Para o ministro, a alta do dólar ainda não afetou as importações que continuam em crescimento. "As importações estão em crescimento, mais do que as exportações. O resultado para os primeiros cinco meses do ano foi positivo tanto para as exportações, com crescimento de 6%, quando para as importações, que subiram 14%", disse. 

Jorge acredita que o governo americano poderá flexibilizar a cota redutora de produtos acabados da indústria siderúrgica. "Temos uma produção complementar, também somos o principal importador de carvão dos EUA que entra para a nossa siderurgia", afirmou.

 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.