Após Crise dos Combustíveis

'Não é algo a ser comemorado', diz Aécio Neves sobre saída de Parente

O tucano ressaltou, ainda, que o governo precisa ter sensibilidade "necessária" em relação ao impacto da política de preço da Petrobras na vida dos brasileiros

Para o senador, o governo tem que nomear outro presidente para a estatal rapidamente ( Foto: Wilson Dias/Agência Brasil )
16:04 · 01.06.2018 por Estadão Conteúdo

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) afirmou, nesta sexta-feira (1), por meio de nota, que a saída de Pedro Parente da presidência da Petrobras "não é algo a ser comemorado". O pedido de demissão do executivo foi divulgado nesta manhã.

"É fundamental agora que o governo federal seja ágil na sua substituição por um nome que sinalize na direção da continuidade do processo de saneamento da empresa", disse Aécio.

Para o senador, o governo precisa ter a sensibilidade "necessária" em relação aos impactos da política de preços de Petrobras na vida dos brasileiros. "É necessário também que os Estados participem desse esforço ao lado do governo federal", concluiu o parlamentar tucano.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.