"bolsa caminhoneiro"

MP detalha cortes para bancar subsídio ao diesel

O gasto extra irá ser compensado com cortes em diversas áreas; capitalização de empresas estatais federais perdeu o maior montante, R$ 1,66 bilhão

11:25 · 31.05.2018 / atualizado às 11:46 por Estadão Conteúdo
MP detalha cortes para bancar subsídio ao diesel
A MP também cria o crédito de R$ 80 milhões para as Operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) ( Foto: Natasha Mota )

A Medida Provisória 839 publicada em edição extraordinária do Diário Oficial da União nesta quinta-feira (31), detalha o corte de gastos feito pelo governo para tentar acomodar o gasto extra de R$ 9,58 bilhões para bancar o subsídio ao diesel.

A MP prevê o crédito já anunciado de R$ 9,5 bilhões para a chamada "Bolsa Caminhoneiro" e também cria o crédito de R$ 80 milhões para as Operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO). A MP traz detalhes dos cortes pulverizados em várias áreas do governo para compensar o gasto extra. 

Leia Ainda:

> Temer sanciona reoneração com veto a isenção de imposto sobre diesel
> Redução de R$ 0,46 no diesel passa a vigorar nesta sexta, 1/6
> Reoneração deve ocasionar demissões e reduzir produção
 
Entre os cortes, a reserva para capitalização de empresas estatais federais perdeu R$ 1,667 bilhão e a reserva de contingência da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional sofreu redução de R$ 979,297 milhões. Cortes também atingirão o Programa de Reforma Agrária, com R$ 30,779 milhões, e o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação, com outros R$ 21,750 milhões. 

A MP também cita que o Programa de Assistência Técnica e Extensão Rural Para Agricultura Familiar registrou corte de R$ 5,443 milhões, a Defesa Agropecuária registrou corte de R$ 2,996 milhões e a Pesquisa e Inovações para a Agropecuária, outros R$ 2,729 milhões. 

Na Presidência da República, o Programa de Gestão e Manutenção da Presidência sofreu redução de R$ 1,7 milhão no Orçamento e a as ações de comunicação e transmissão de atos e fatos do governo federal perderam R$ 774,988 mil. Já as políticas de Igualdade e Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres perderam R$ 661,6 mil.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.