BNB

Mais de 200 mil produtores rurais são beneficiados com regularização de dívidas

O montante repactuado superou R$ 9,2 bilhões em toda área de atuação do banco; descontos podem chegar a 95% da dívida

17:16 · 12.06.2018 / atualizado às 17:18 por Redação Diário do Nordeste
Produtores Rurais
Pelas leis de regularização de dívidas, operações de crédito em atraso contratadas até 2011 podem ter descontos que chegam a 95%, em casos de liquidação, e abatimentos de até 80%, se a escolha for pela repactuação. ( Cid Barbosa )

Mais de 200 mil produtores rurais em todo o Nordeste e norte do Espírito Santo e Minas Gerais foram beneficiados com a regularização de 251,3 mil operações de crédito rural em atraso. Com o resultado apresentado em maio, o montante repactuado pelo Banco do Nordeste superou R$ 9,2 bilhões, com R$ 1,1 bilhão renegociado apenas no Ceará. Ao todo, os benefícios permitidos foram aplicados em 47 mil operações até então em situação de inadimplência no Estado.

Pelas leis de regularização de dívidas, operações de crédito em atraso contratadas até 2011 podem ter descontos que chegam a 95%, em casos de liquidação, e abatimentos de até 80%, se a escolha for pela repactuação. Já as operações contratadas até 2016 podem ser prorrogadas, com prazo final para pagamento em 2030. "Esses são os instrumentos legais de regularização de dívidas mais abrangente nos últimos anos, que favorece tanto mini e pequenos como grandes produtores", salientou o presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim.

Produtor rural do Distrito de Flores, no município de Russas (CE), Antônio Carlos Maia Nogueira é um dos que aproveitaram as vantagens oferecidas. Ele teve sua operação de crédito prorrogada até 2030, com o pagamento da primeira parcela para 2021. A repactuação o fez retomar os investimentos na produção de leite. “Já penso em comprar umas matrizes e realizar melhorias na minha propriedade”, previu.

Como Antônio Carlos, parte dos produtores atendidos pelo Banco do Nordeste optou por repactuar suas dívidas. Foram 106,5 mil operações renegociadas perante 144,8 mil liquidadas, aquelas em que se decide pelo pagamento do saldo devedor.

"É importante destacar que, uma vez regularizada a dívida, o cliente pode voltar a contratar novos créditos para investir em seus negócios, contribuindo para a dinamização da economia em toda a Região. Por isso, o Banco tem feito todo o esforço necessário para mobilizar o maior número de produtores a aderirem aos benefícios legais", complementou Rolim.

A campanha de mobilização, que permanece intensa em toda área de atuação do Banco, inclui agências itinerantes, com visitas de campo de agentes de desenvolvimento, e eventos em parceria com sindicatos, associações, cooperativas, federações e confederações de produtores rurais. A divulgação dos benefícios também engloba anúncios em veículos de circulação regional e local e contato com clientes por meio da Central de Relacionamento do Banco do Nordeste.

A estimativa é que as leis de renegociação de dívidas já tenham beneficiado cerca de 1 milhão de pessoas no total. Quem deseja mais informações sobre as condições de renegociação ou liquidação de dívidas com o Banco do Nordeste pode procurar uma unidade da rede de agências do BNB ou ligar para o número 0800 728 3030.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.