FGV

Índice de Preços ao Consumidor Semanal fica em -0,05% na 2ª quadrissemana

Três das oito classes de despesas analisadas apresentaram acréscimo nas taxas de variação

09:14 · 17.07.2017 por Estadão Conteúdo
Alimentação
O grupo Alimentação repetiu a taxa registrada na primeira quadrissemana de julho, de recuo de 0,44%. ( Foto: Miguel Portela )

Ainda deflacionário, o Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) teve uma alta de 0,13 ponto porcentual entre a primeira e a segunda quadrissemanas de julho, registrando queda de 0,05%, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta segunda-feira (17). 

Três das oito classes de despesas analisadas apresentaram acréscimo nas taxas de variação nesta medição: Habitação (-0,29% para 0,17%), Educação, Leitura e Recreação (0,25% para 0,49%) e Comunicação (-0,06% para 0,14%).

O grupo Alimentação repetiu a taxa registrada na primeira quadrissemana de julho, de recuo de 0,44%. 

Houve desaceleração em Transportes (-0,51% para -0,55%), Vestuário (0,51% para 0,34%), Despesas Diversas (0,24% para 0,13%) e Saúde e Cuidados Pessoais (0,32% para 0,31%).

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.