Porto do Mucuripe

Fortaleza recebe primeiro cruzeiro do ano

Expectativa é de mais de 16 mil passageiros aportando na Capital em 2018

10:59 · 14.01.2018 / atualizado às 11:08 por Redação Diário do Nordeste
passageiros
Os 572 passageiros têm faixa etária entre 60 e 100 anos e são de diversas nacionalidades, sendo a maioria de estadunidenses, canadenses e ingleses ( Divulgação )
cruzeiro
A temporada de navios da capital cearense 2017/2018 deve receber cerca de 16.000 passageiros. ( Divulgação )

Fortaleza recebeu, neste sábado (13), a primeira embarcação do ano, o navio Sirena. Com capacidade para 572 passageiros, o navio, que veio do Rio de Janeiro e tem como destino Miami (EUA), atracou no Porto do Mucuripe pela manhã e zarpou às 23h. Nele, vieram ainda 390 tripulantes, totalizando 962 pessoas. A faixa etária dos passageiros estava entre 60 e 100 anos de idade. A maioria (193) é estadunidense, seguida de canadenses (93) e ingleses (60). Havia, ainda, passageiros oriundos dos Países Baixos (39), da Austrália (37), Alemanha (30), Bélgica (15), brasileiros (15), suecos (12), franceses (10), dentre outras nacionalidades.  

Durante todo o mês de janeiro, outros quatro navios são aguardados para aportar na Capital, entre os dias 20 e 27, de acordo com a Secretaria Municipal de Turismo de Fortaleza (Setfor).

A previsão da Pasta é que outros 12 navios visitem a Capital até o fim da temporada 2017/2018, totalizando aproximadamente 16,1 mil passageiros. Ações de recepção são realizadas pela Prefeitura de Fortaleza e pela Secretaria no Porto, distribuindo brindes, mapas e roteiros de pontos turísticos, restaurantes etc.

O titular da Setfor, Alexandre Pereira, ressaltou a importância da boa recepção para incentivar os cruzeiristas a retornar a Fortaleza para passar mais tempo. "Esses turistas vêm, passam um dia aqui, quando se sentem acolhidos retornam com toda a família. Os cruzeiros marítimos além de aumentar o fluxo de turistas nas cidades, movimentam a economia local e do entorno, geram empregos e ainda promovem o destino tanto no país, quanto internacionalmente", afirmou.

Segundo a Setfor, a temporada 2016/2017, em toda a costa brasileira a movimentação foi de 380 mil cruzeiristas fazendo um total de 108 roteiros nos transatlânticos. Fortaleza é uma das rotas mais incluídas nos roteiros de paradas do Nordeste.  

No último levantamento feito pelo Ministério do Turismo sobre os estudo de perfil e impactos econômicos no Brasil dos Cruzeiros Marítimos (Temporada 2015/2016), a movimentação do setor gerou cerca de R$ 1,911 bilhão e acarretou 30.884 postos de trabalho na economia brasileira. Desse total R$ 111,3 milhões foram gerados por gastos dos passageiros e tripulantes nas cidades e portos de embarque/desembarque e de trânsito.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.