Obras paradas

Em Brasília, Camilo tenta liberação de recursos para a Linha Leste do Metrô de Fortaleza

Governador se reuniu nesta quarta-feira (26) com o presidente do BNDES, Paulo Rabello de Castro, para tratar sobre a retomada das obras do equipamento

20:48 · 26.07.2017 / atualizado às 21:10
Image-0-Artigo-2222864-1
Iniciadas em novembro de 2013, as obras da Linha Leste do Metrô de Fortaleza foram paralisadas no início de 2015 ( Foto: Cid Barbosa )

Paralisadas desde o início de 2015, as obras da Linha Leste do Metrô de Fortaleza foram a pauta de uma reunião realizada nesta quinta-feira (26), em Brasília, entre o governador do Ceará, Camilo Santana, e o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro. O gestor estadual tenta junto à instituição financeira a liberação de recursos para a retomada das obras, que, com os seguidos atrasos que enfrenta, só deve ser concluída em 2019.

Para tocar a obra, iniciada em novembro de 2013, o Estado tem um financiamento de R$ 1 bilhão aprovado junto ao banco, mas aguarda a liberação dos recursos para a retomada dos trabalhos. Em fevereiro último, Camilo já havia se reunido com a então presidente do BNDES, Maria Sílvia Bastos, para tratar sobre o assunto, mas, até o momento, os recursos não foram liberados.

“O presidente (Paulo Rabello) se mostrou muito receptivo ao nosso pleito e se dispôs a colocar essa liberação dos recursos como prioridade e como objetivo para o banco”, afirmou o governador, após a reunião. "Já conversei com a bancada cearense, com os senadores, para que possamos fazer um apelo para o governo federal liberar esses recursos", complementou.

A obra

A Linha Leste da Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos (Metrofor) recebe recursos do programa Mobilidade Grandes Cidades, do governo federal, de cerca de R$ 1 bilhão; e financiamento do BNDES, também de R$ 1 bilhão, aproximadamente. A contrapartida do Governo do Ceará é de R$ 259,22 milhões. Cerca de R$ 50 milhões já foram investidos na obra.

Iniciadas em novembro de 2013, as obras da Linha Leste do Metrô de Fortaleza foram paralisadas no início de 2015 por conta da reformulação societária articulada pelo consórcio. A expectativa inicial era que parte do equipamento fosse entregue em 2014, o que não ocorreu, sendo a nova data de conclusão prevista para 2019.

Quando concluída, a Linha Leste do Metrô de Fortaleza terá 13,2 km de extensão, sendo 12,4 km subterrâneos e 0,8 km em superfície, ligando o Bairro Tirol, passando pelo Centro até o Bairro Edson Queiroz. A linha, que está sendo implantada pelo Governo do Estado, por meio da Seinfra, tem previsão de atender cerca de 400 mil usuários por dia, quando integrado aos demais modais de transporte.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.