Afirma diretor do Banco Central

Damaso: "apostamos no cadastro positivo, como forma de baratear o crédito"

Objetivo da agenda da instituição é aumentar a eficiência no sistema financeiro

16:26 · 05.06.2018 por Estadão Conteudo por Estadão Conteudo
otávio
Damaso lembrou que nos últimos anos tem sido bastante discutida a questão da inovação no sistema financeiro ( Agência Brasil )

O diretor de Regulação do Banco Central, Otavio Ribeiro Damaso, afirmou nesta terça-feira (5), que o objetivo principal da Agenda BC+ é "aumentar a eficiência no sistema financeiro". O comentário foi feito durante apresentação inicial em audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado. 

Damaso lembrou que nos últimos anos tem sido bastante discutida a questão da inovação no sistema financeiro. Ele citou que as novas tecnologias, como as de armazenamento e processamento de dados, combinado com o desenvolvimento das mídias sociais, fazem as empresas oferecer produtos novos, "alcançando nichos antes não alcançados". 

"A revolução de inovações impôs ao sistema financeiro revisão do modelo de negócios", disse Damaso. Em sua apresentação, ele também defendeu o projeto de lei da duplicata digital, que tramita atualmente no Congresso, e a proposta do novo cadastro positivo, cuja votação dos destaques ao texto-base está pendente na Câmara. "Apostamos muitas fichas no cadastro positivo, como forma de baratear o crédito", disse Damaso. 

A votação dos destaques do cadastro positivo é o quinto item da pauta do plenário da Câmara nesta terça.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.