Pesquisa

56% gostariam de sair do País e morar no exterior

Geralmente são casais com dois filhos, faixa etária entre 30 e 55 anos, com uma condição financeira já estabilizada

12:48 · 26.06.2018 / atualizado às 13:09
Visto
Só em 2017, foram registradas 22 mil declarações de saídas definitivas do País ( Foto: Toninho Tavares/Agencia Brasilia )

Cresce a cada dia a quantidade de brasileiros que procuram por informações sobre processos para aquisição de vistos, especialmente para os Estados Unidos. Pesquisa realizada em maio pelo Datafolha mostra que 56% dos entrevistados, com ensino superior completo gostariam de deixar o País. A faixa etária entre 35 e 44 anos correspondem a 44% do desejo de mudança. Estados Unidos permanecem sendo o país escolhido para imigração, com 14% da preferência, seguido de Portugal com 8%. A maioria é da classe A/B. Foram ouvidas 2.099 pessoas na pesquisa.

Os Estados Unidos inclusive estão estudando a possibilidade de aumentar a taxa de investimento do EB-5 (hoje a partir de US$500 mil) para limitar um pouco a ida de imigrantes para lá. Os brasileiros ocupam o 3º lugar na obtenção desse tipo de visto.

Em relação ao perfil das pessoas que têm essa intenção de sair do Brasil, geralmente, são casais com dois filhos, faixa etária entre 30 e 55 anos, com uma condição financeira já estabilizada, mas que não encontram no Brasil perspectivas de melhoras nas condições básicas, como segurança e educação e – com isso – sem um futuro promissor para os filhos.

“Mas estamos deixando ir também muitos talentos, como pesquisadores, médicos e engenheiros em início de carreira que não enxergam possibilidades aqui”, acrescenta Daniel Rosenthal, diretor da InvestUSA360, plataforma que oferece todas as informações e serviços para quem pretende se mudar ou investir em imóveis nos Estados Unidos.

Saída de brasileiros

Só em 2017, foram registradas 22 mil declarações de saídas definitivas do País. Nos últimos cinco anos, houve um crescimento de 400% no número de brasileiros que querem imigrar. Os dados são da Receita Federal. A Comunicação de Saída Definitiva do País é obrigatória.

A saída de brasileiros qualificados é crescente. O diretor do InvestUSA360 conta que muitos executivos estão abandonando as empresas na qual trabalham para empreender em um negócio próprio nos Estados Unidos ou investindo em projetos aplicando para o visto EB-5 que possibilita a aquisição do Green Card e posteriormente até a cidadania americana.

“O que ouço das pessoas que querem ir embora não é apenas a insatisfação política econômica, mas também sobre a injustiça com o brasileiro que empreende e não vê retorno do Estado. O American Dream, geralmente forte na adolescência por causa da Disney e intercâmbio, conquistou o público adulto com seus MBAs, e agora chega para levar as famílias estabelecidas, que buscam um futuro mais promissor”, conclui Rosenthal.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.