renovação

Oi quer levantar bens para venda

01:00 · 13.01.2018

São Paulo. A Oi, quarta maior operadora de telefonia celular, voltou a fazer planos para retomar seu crescimento, após a tumultuada aprovação de seu plano de reestruturação em dezembro. Protagonista da maior recuperação judicial já feita no País, com dívidas de R$ 64 bilhões, a companhia vai começar a fazer um levantamento de seus bens dentro e fora do Brasil para vendê-los e vai contratar uma consultoria de reestruturação para colocar em prática o plano de expansão da tele.

Ao jornal "O Estado de S. Paulo", Eurico Teles, presidente da operadora e responsável pela condução das negociações finais do plano de reestruturação do grupo, disse que a companhia tem vários patrimônios que podem ser vendidos para ajudar a dar fôlego ao endividado grupo.

Presente em cerca de 5,6 mil municípios, dos quais 2 mil deles só têm a Oi como operadora, a empresa reúne no País aproximadamente 7 mil imóveis. Contudo, nem todos poderão ser negociados, uma vez que fazem parte de uma concessão. O principal ativo da Oi fora do País é a Unitel, que fica em Angola e é a maior empresa de telecomunicação local.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.