Aptas para uso

Linha Leste: 2 tuneladoras estão montadas e testadas

Equipamentos aguardam a liberação do Tribunal de Contas da União (TCU) para o início das obras

01:00 · 13.09.2018
Image-0-Artigo-2452436-1
Equipamentos já prontos devem ser utilizados na Fase 1 da construção da nova linha do metrô de Fortaleza, segundo a Seinfra ( Foto: Cid Barbosa )

Dois dos quatro equipamentos comprados pelo Governo do Estado para abrir os túneis da Linha Leste do Metrofor já estão completamente montados e testados, segundo informou a Secretaria da Infraestrutura (Seinfra). Duas das chamadas tuneladoras - ou tatuzões - estão "prontas para serem utilizadas na Fase 1 da Linha Leste do Metrô".

No entanto, a utilização destes equipamentos tem como limitador o questionamento sobre a nova licitação para as obras da Linha Leste feito na Justiça pelo consórcio Metrô Linha Leste Fortaleza - formado pelas empresas Acciona Construcción e Marquise - contra o consórcio FTS - das empresas Sacyr Construccíon e Ferreira Guedes).

A abertura de um novo processo licitatório foi feito pelo Governo do Estado após mudanças estruturais significativas no projeto inicial da Linha Leste, o que, segundo já justificou o secretário Lúcio Gomes (Infraestrutura) fundamenta a mudança nas empresas responsáveis pela obra por completo.

Cabe ao Tribunal de Contas da União (TCU) analisar o caso e decidir pela liberação ou não das obras, para que o novo consórcio já contratado - o FTS - dê seguimento ao projeto remodelado pelo governo cearense.

Outro empecilho para a Linha Leste do Metrofor diz respeito aos recursos. Com a previsão de R$ 1,85 bilhão para conclusão da primeira fase do trecho, só na última semana o Estado conseguiu assegurar o R$ 1 bilhão pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O restante do investimento vem do Governo Federal, com R$ 673 Caixa Econômica, e os demais pelo próprio Ceará.

Outras unidades

A Seinfra informou ainda que outros dois tatuzões estão em processo de montagem e teste, que deve ser finalizado por completo até o fim do primeiro semestre do próximo ano. "Depois de montados, os dois equipamentos vão ficar armazenados em galpões no Pátio João Felipe, no Centro de Fortaleza, para serem utilizados na Fase 2", acrescentou a Secretaria.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.