Segundo o DER

Jeri: certificação prevista para a próxima semana

No fim de março, o governador Camilo Santana visitou as obras do Aeroporto e garantiu que o equipamento ficará pronto em junho ( Foto: ´Kárisson Mesquita )
00:00 · 21.04.2017

O Certificado de Operação do Aeroporto de Jericoacoara, concedido pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), deverá ficar pronto até o fim da próxima semana, de acordo com a expectativa do assessor de infraestrutura aeroportuária do Departamento Estadual de Rodovias do Ceará (DER), coronel Paulo Edson Ferreira. "O DER atendeu todas as normas durante a inspeção técnica da Anac, portanto a expectativa é de que até o fim da próxima semana tenhamos a Certificação do Aeroporto de Jericoacoara para operação de voos comerciais regulares".

De acordo com Anac, não há previsão para o certificado de operação e o processo de homologação realmente demora. "As operações regulares no terminal só poderão ser iniciadas após a liberação do Certificado Operacional, fruto do relatório de inspeção. Informamos ainda que não há prazo regimental para conclusão do relatório", afirmou a Anac. No caso de a pendência ser documental, "não precisa de uma nova visita dos técnicos, basta o governo resolver a questão".

No fim de março, o governador Camilo Santana visitou as obras do Aeroporto e garantiu que o equipamento ficará pronto em junho. "Estamos acelerando para concluir as obras e poder inaugurar o Aeroporto, que será muito importante para o desenvolvimento do turismo da região", afirmou.

Tarifas aéreas

A tarifa aérea média doméstica real entre janeiro e dezembro de 2016 foi de R$ 408,56 no Ceará. A informação foi divulgada ontem (20) pela Anac. No País, a tarifa média ficou em R$ 349,14, valor 1,8% menor que o verificado no mesmo intervalo do ano de 2015.

No primeiro semestre do ano passado, a tarifa aérea média foi de R$ 322,44 (alta de 0,2% na base anual), enquanto no segundo semestre foi verificada uma queda de 4,1% na mesma base de comparação, para R$ 372,37.

Os dados constam no 36º Relatório de Tarifas Aéreas Domésticas da entidade. O levantamento também mostra que o valor do yield médio doméstico real em 2016, isto é, o valor pago pelo passageiro por quilômetro voado, foi de R$ 0,3084/Km, uma redução de 4,1% na comparação com 2015.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.