3º maior volume do NE

INSS pagará R$ 685 mi a aposentados no Ceará

1,2 milhão de pessoas serão beneficiadas no Estado. Em todo o País, 29,7 milhões têm direito a receber o recurso

01:00 · 28.08.2018 / atualizado às 08:03
banco
Ao todo, cerca de R$ 20,7 bilhões serão injetados na economia do Brasil em agosto e setembro, a partir do pagamento da primeira parcela do 13º salário dos beneficiários do INSS ( FOTO: FERNANDA SIEBRA )

O pagamento antecipado da primeira parcela do 13º salário dos aposentados iniciou ontem (27) e deve injetar mais de R$ 685 milhões na economia do Ceará até o dia 10 de setembro. No Estado, 1.245.762 de beneficiados receberão a primeira parcela do abono anual. De acordo com a Secretaria de Previdência, o depósito será feito junto com a folha mensal de pagamentos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

O montante a ser pago no Ceará é o terceiro maior do Nordeste, atrás de Pernambuco (R$ 729 milhões) e da Bahia (R$ 1,18 bilhão). Em termos de número de beneficiados, o Ceará ocupa a segunda colocação da Região, perdendo somente para a Bahia 2.012.719.

A estimativa é que essa antecipação da primeira parcela do 13º salário injete na economia do País R$ 20,7 bilhões em agosto e setembro. Segundo o INSS, 29,7 milhões de beneficiários terão direito a receber a primeira parcela do benefício. A exceção é para quem passou a receber o benefício depois de janeiro de 2018. Nesse caso, o valor será calculado proporcionalmente.

Tem direito ao 13º salário quem, durante o ano, recebeu benefício previdenciário de aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente, auxílio-reclusão ou salário-maternidade. Aqueles que recebem benefícios assistenciais, como Prestação Continuada e Renda Mensal Vitalícia, não têm direito ao abono anual. Não haverá desconto de Imposto de Renda nesta primeira parcela. O tributo será cobrado apenas em novembro e dezembro, quando for paga a segunda parcela. Desde 2006, o governo antecipa a primeira parcela do 13º dos aposentados e pensionistas na folha de agosto. Somente em 2015, o pagamento foi adiado para setembro, por causa do ritmo fraco da economia e da queda da arrecadação.

info

Servidores

Os pagamentos do 13º e do salário normal dos servidores, aposentados e pensionistas do Estado e da Prefeitura de Fortaleza já injetaram mais de R$ 1,7 bilhão na economia cearense entre junho e julho deste ano.

Apenas com a primeira parcela do 13º desses servidores, o desembolso foi de aproximadamente R$ 542 milhões. Na ocasião, foram beneficiados mais de 80 mil servidores estaduais ativos, 57.800 aposentados e outros 18 mil pensionistas.

Pela Prefeitura de Fortaleza, foram depositados 40% do valor total do benefício no período, contemplando 36.155 servidores ativos e 15.850 aposentados e pensionistas.

Datas dos pagamentos

Opinião

Comércio ganha com compras e volta ao consumo

Freitas Cordeiro
Presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Ceará (FCDL-CE)

Já existe uma expectativa sobre essa parcela de recursos e ela é sempre bem-vinda. Na minha opinião, por conta da inadimplência elevada, grande parte dos consumidores irá destinar um bom percentual desse recurso para regularizar débitos em aberto. Isso para o comércio acaba sendo salutar, porque o consumidor recupera crédito, limpa o nome, como se fala popularmente. Eu entendo que uma parte desses beneficiados vai fazer compras e outra vai regularizar as dívidas para então ficar apto a consumir novamente. De todo modo, o comércio sai ganhando e esse incremento chega em boa. São esses fatores que fazem o segundo semestre do ano ser diferenciado do primeiro, os recursos que entram, injetam dinheiro e dão novo fôlego à economia. Esperamos que neste segundo semestre melhore. Com esse período de eleições, fica um momento de instabilidade, que dificulta muito nossa vida, mas vai passar.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.