PLANEJAMENTO

Governo avalia PPAs e define ações para 2010

02:17 · 27.11.2009
O governo do Estado, por meio da Secretaria do Planejamento e Gestão e da Vice-Governadoria, promove hoje das 8h às 18h, no Hotel Sonata, na Praia de Iracema, a Oficina de Planejamento Participativo e Regionalizado, com o objetivo de avaliar o processo de trabalho desenvolvido no período de 2007 a 2009 e definir ações para 2010.

Técnicos das setoriais que participaram do processo de planejamento estarão reunidos no encontro. O evento será aberto pelo vice-governador Francisco José Pinheiro e pela secretária do Planejamento e Gestão, Desirée Mota.

A programação estará dividida em dois momentos. Pela manhã, os técnicos farão a avaliação do trabalho realizado a partir do ano de 2007 e, à tarde, debaterão o planejamento das ações a serem implementadas no decorrer do próximo ano.

Em 2009, o governo estadual promoveu uma série de 14 oficinas regionais de revisão do PPA Participativo e Regionalizado para apresentação da execução orçamentária das oito macrorregiões do Ceará e discussão das demandas.

Os encontros regionais ocorreram no período de julho a setembro, nos municípios de Acaraú, Tianguá, Sobral, Itapipoca, Eusébio, Canindé, Baturité, Cascavel, Crateús, Quixadá, Limoeiro do Norte, Tauá, Iguatu e Juazeiro do Norte, com a participação de 2433 representantes de cada município.

No último dia cinco, o governo do Estado reuniu os delegados regionais escolhidos durante as 14 oficinas no III Fórum de Planejamento Participativo e Regionalizado - Revisão PPA 2010/2011, realizado em Fortaleza, com a presença do governador Cid Gomes.

Coordenado pela Seplag, por meio da Célula de Execução do Planejamento Participativo e Regionalizado (Cepar), o evento teve por objetivos apresentar a programação de governo estadual de forma regionalizada e debater sobre a contribuição das principais políticas públicas setoriais, diante das expectativas territoriais e dos resultados estratégicos de governo.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.