JANEIRO A SETEMBRO

Fluxo de pessoas no Pinto Martins aumenta 14,3%

01:18 · 29.10.2011
( )
Hoje, o limite máximo do terminal é de 6,2 mi de pessoas por ano, que deve subir a 14,2 mi com a ampliação
Hoje, o limite máximo do terminal é de 6,2 mi de pessoas por ano, que deve subir a 14,2 mi com a ampliação ( RODRIGO CARVALHO )
No Aeroporto de Fortaleza, TAM e GOL terão espaço para atender a demandas dos passageiros fora do check-in
No Aeroporto de Fortaleza, TAM e GOL terão espaço para atender a demandas dos passageiros fora do check-in ( Tuno vieira )
Entre embarques e desembarques, passaram pelo terminal cerca de 4,2 milhões de passageiros no período

Com as tarifas aéreas cada vez mais baratas - de janeiro a julho, a queda nos preços foi de 22%, segundo a Anac -, o fluxo de passageiros nos aeródromos brasileiros só tem aumentado. No Aeroporto Internacional Pinto Martins, não é diferente. No acumulado do ano até setembro, passaram pelo terminal, entre embarques e desembarques, 4.254.471 passageiros. O número é 14,3% superior ao registrado em igual período de 2010 (3.719.892 pessoas).

Em setembro, 450.856 passageiros transitaram pelo Aeroporto de Fortaleza, quantidade também superior (2,76%) à assinalada no nono mês do ano passado, quando 438.766 pessoas embarcaram ou desembarcaram no Pinto Martins.

Expectativa

A expectativa agora fica por conta de como ficará a movimentação no local neste mês de outubro e nos últimos dois meses do ano. Isso porque, no dia 16 deste mês, foram iniciados os trabalhos de recapeamento da pista do aeródromo.

Com isso, 12 voos que operavam no horário entre 5h e 11h, período de interdição da área, tiveram de ser cancelados, reduzindo a quantidade de chegadas e partidas diariamente.

Apesar disso, só até setembro, a movimentação no Aeroporto de Fortaleza atingiu quase 84% da registrada em todo o ano de 2010. Naquele ano, passaram por lá 5.072.785 passageiros. Portanto, mesmo com a redução no número de voos por conta das obras, o fluxo ainda deve superar o registrado no ano passado e aproximar-se do limite, de cerca de 6,2 milhões de pessoas/ano.

Ampliação do terminal

Os trabalhos de ampliação do aeroporto, cujo edital está previsto para sair no próximo mês - se não houver novo adiamento -, devem aliviar a lotação no terminal. Na 1ª fase, com vistas à Copa do Mundo e que deve ficar pronta em 2013, a capacidade será aumentada para 9,2 milhão de passageiros ano. Em 2016, subirá para 14,2 milhões de pessoas/ano.

O valor global do contrato do projeto de reforma do aeroporto é da ordem de R$ 4,6 milhões. A obra propriamente dita está orçada em R$ 397 milhões, mais R$ 100 milhões para equipamentos e serviços complementares (construção de um centro de manutenção, de uma subestação, além de instrumentos e equipamentos.

Intervenções na pista

Já a primeira parte das intervenções da pista, a qual ocorrem atualmente, deve ser concluída em 29 de novembro. Segundo a assessoria de comunicação da Infraero, os trabalhos ocorrem dentro do prazo. Após a data, a reforma será paralisada - para que a alta estação não seja comprometida pela falta de voos - e só retorna em 1/2/2012.

Iberia encerra operação

Mesmo com o fluxo intenso de passageiros no terminal, a companhia espanhola Iberia deixará de operar com voos diretos de Fortaleza para a Europa a partir do próximo dia 2.

O último voo parte do Pinto Martins, de acordo com a Infraero, na terça-feira, 1º.

Novo serviço
Guichê de empresas recebe reclamações

A partir de hoje, companhias são obrigadas a ter balcão nos aeroportos para registro de queixas

A partir de hoje, os passageiros terão mais um recurso para garantir seus direitos nos aeroportos do País. Em cumprimento à resolução nº 196 da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), as companhias que transportam mais de 500 mil passageiros por ano agora terão balcão de reclamações no terminal. Em Fortaleza, as duas companhias que se enquadram nesse perfil são GOL e TAM.

Os guichês das empresas ficarão próximos às escadas rolantes do Aeroporto Internacional Pinto Martins, de acordo com a assessoria de comunicação da Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária), em espaço já disponibilizado pela estatal.

Companhias adaptadas

Em nota, a GOL informou que “nas bases contempladas na nova legislação, terá balcões destacados visualmente para o atendimento previsto, com colaboradores treinados para assistir aos passageiros”. A TAM, que também está pronta para adaptar-se às novas regas, comunicou que “a partir deste sábado (29), a companhia disponibilizará o serviço de atendimento presencial para reclamações em 23 aeroportos - onde atende mais de 500 mil passageiros por ano”.

A empresa informou ainda que adaptou o seu site (www.tam.com.br) com informações para emissão do protocolo antecipado, assim como um espaço onde o cliente poderá acompanhar o andamento da análise do seu processo.

Novas regras

A nova legislação da Anac é válida para todas as empresas aéreas nacionais e estrangeiras que operam no Brasil com mais de meio milhão de pessoas/ano. Durante o primeiro mês de vigência da regra, a agência fará o monitoramento do funcionamento do atendimento presencial para, a partir de dezembro, iniciar o processo de fiscalização e possíveis autuações.

O guichê deve ser instalado separadamente dos balcões de check-in e das lojas destinadas à venda de passagens, com identificação específica para melhor o atendimento. Após auxiliar o passageiro, a empresa deve informar o prazo para a resposta à demanda, que não poderá ser maior que cinco dias úteis.

DIEGO BORGES
REPÓRTER

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.