Em junho

Financiamento de veículos novos avança 3% no CE

Número de unidades vendidas chegou a 6.181 no mês, de acordo com o levantamento divulgado pela B3

01:00 · 13.07.2018 por Bruno Cabral - Repórter
Image-0-Artigo-2426184-1
Segmento de motos obteve um avanço de 5,7% sobre maio quando contabilizou a venda de 3.477 unidades do total de veículos novos comercializados

Em junho, as vendas financiadas de veículos novos no Ceará somaram 6.181 unidades, o que representou um crescimento de 3%, na comparação com igual mês do ano passado. Considerando novos e usados, foram financiados no Estado 12.555 unidades em junho, alta de 1,5% na mesma comparação. Os números compreendem os segmentos de autos leves, motos e pesados.

Responsável pela maior parte dos financiamentos de veículos zero quilômetro no mês, com 3.477 unidades, o segmento de motos teve crescimento de 5,7% na comparação, sendo o avanço mais expressivo no Estado, segundo levantamento da B3.

No segmento de autos leves, os financiamentos de novos cresceram 1,7%, na comparação anual, referente a 2.622 unidades. Por outro lado, as vendas financiadas de veículos pesados, apresentou uma retração de 35%, passando de 124 unidades comercializadas em junho de 2017 para 80 unidades em junho deste ano. No comparativo com maio, os financiamentos em junho apresentaram queda de 10,4%. Todos os segmentos apresentaram queda: autos leves (-10,6%), motos (-8,9%) e veículos pesados (-44%).

Segundo o presidente da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) no Ceará, Fernando Pontes, um dos fatores que favoreceu o crescimento dos financiamentos foi a taxa de juros para o setor, que gira entre 0,8% e 1,2% ao mês, a depender do prazo e valor do veículo. "São taxas que se sobressaem quando comparadas às taxas cobradas no comércio em geral", diz. Apesar do recuo das vendas financiadas de maio, Pontes diz que o resultado está dentro do esperado e que, para o ano, a expectativa é de alta superior a 10%.

Usados

Considerando o mercado de veículos usados, foram 6.374 unidades financiadas em junho, número 0,17% superior às 6.663 vendas registradas no mesmo mês de 2017. Ao todo, foram 5.852 financiamentos de autos leves, alta de 0,01%; 305 de motos (+5,9%); e 209 de veículos pesados (-1,4%). Já na passagem de maio para junho, assim como ocorreu com os veículos novos, o mercado de usados também apresentou queda, de 4,7%, considerando todos os segmentos.

Para os autos leves, as vendas financiadas sofreram retração mensal foi de 4,4%, no segmento de motos a queda foi de 6,7%, e no de veículos pesados de 11,8%. Segundo avaliou Everton Fernandes, vice-presidente do Sindicato de Revendedores de Veículos Automotores do Estado do Ceará (Sindivel), o resultado negativo em junho foi impactado pela Copa do Mundo, que reduziu o horário de funcionamento do comércio em dias de jogos do Brasil.

"Em junho, o Detran (Departamento Estadual de Trânsito) não funcionou alguns dias por causa dos feriados em dias de jogos do Brasil. E tivemos um número menor de vendas no mês, impactando no número de financiamentos", diz Fernandes. "Mas no acumulado do ano, nós temos um crescimento superior de 3%, em relação ao ano passado, mesmo com essa retração de junho".

De acordo com Fernandes, o mercado de carros com quatro anos ou mais de uso é o que tem apresentado o maior crescimento nas vendas. Para o ano, a estimativa do Sindivel é de que as vendas de usados apresente um crescimento entre 5% e 6%, dentro das previsões do sindicato. "Como a venda do carro usado depende da frota já existente, mesmo que a demanda cresça as vendas deverão ficar nesse patamar", diz Fernandes.

Brasil

No contabilizado pela B3 para todo o País, as vendas financiadas de veículos novos e usados somaram 412.747 unidades no sexto mês deste ano, o que representa queda de 1% em comparação com o mesmo mês em 2017, considerando autos leves, motos e pesados. Do total comercializado a crédito, 157,8 mil foram de unidades novas e 254,9 mil de usadas.

Entre os automóveis leves, o financiamento de unidades zero quilômetro obteve um crescimento de 2,4% em relação a junho de 2017. Já os autos leves usados tiveram retração de 4,7% no volume de financiamentos, na mesma base de comparação, e totalizaram 233.05 unidades financiadas em junho deste ano contra 244.662 em junho do ano passado. O levantamento é da B3, que opera o Sistema Nacional de Gravames (SNG), base integrada de informações que reúne o cadastro de veículos dados como garantia em operações de crédito em todo o Brasil.

arte

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.