MERCADO

Dólar sobe e atinge R$ 3,677; Bolsa tem valorização de 1,65%

01:00 · 17.05.2018

São Paulo. O dólar subiu para R$ 3,67 ontem (16) e fechou em alta pelo quarto dia com aumento das tensões geopolíticas entre Estados Unidos e Coreia do Norte e também antes da decisão do Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central) sobre juros no Brasil. Como pano de fundo persiste a cautela com uma aceleração dos aumentos de juros nos Estados Unidos, após o rendimento dos títulos de dívida americana com vencimento em dez anos subir para 3,1%, maior nível em sete anos.

O dólar comercial subiu 0,4%, para R$ 3,677. Ainda está no maior patamar desde abril de 2016, quando fechou a R$ 3,693. O dólar à vista, que fecha mais cedo, avançou 0,68%, para R$ 3,680.

Ações

A Bolsa brasileira teve valorização de 1,65%, para 86.536 pontos. O dia foi de vencimento sobre opções do índice Ibovespa, que movimentou R$ 133 milhões. No total, o volume financeiro negociado foi de R$ 12,1 bilhões. O real foi a terceira moeda que mais se desvalorizou em relação ao dólar nesta sessão.

Nesta quarta, o Banco Central vendeu a oferta integral de 5.000 novos contratos de swaps cambiais tradicionais (equivalentes à venda de dólares no mercado futuro). Até agora, já colocou US$ 750 milhões adicionais. A autoridade vendeu a oferta de 4.225 contratos de swap para rolagem do vencimento de junho. Até agora, já rolou US$ 3,96 bilhões dos US$ 5,650 bilhões que vencem mês que vem.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.