DIVERSIFICAÇÃO PARA REAGIR À CRISE

Correios esperam vender 14,6 mil chips no Estado

Novo serviço da companhia foi lançado nessa sexta-feira e funcionará em 165 cidades cearenses

01:00 · 15.09.2018
Image-0-Artigo-2453370-1
O Correios Celular oferece cinco planos diferentes, com valores que vão de R$ 20 a R$ 90. Os chips poderão ser comprados nas agências próprias dos Correios, nas franqueadas e pela internet ( FOTO: NATINHO RODRIGUES )

Enfrentando grave situação financeira e com prejuízos que acumulam R$ 120 milhões no primeiro semestre deste ano, os Correios lançaram, nessa sexta (14), seu serviço de telefonia móvel com tarifas de R$ 20 a R$ 90 no Ceará. A ideia do produto é incorporar novas receitas para a companhia e iniciar a fase digital da empresa. Além disso, os Correios querem vender cerca de 3,6 mil chips por mês nas 165 cidades atendidas pela rede, chegando a 14,6 mil chips credenciados no Estado até o fim do ano. "A expectativa faz parte dessa fase que a gente está passando de resgatar a credibilidade e melhorar a imagem dos Correios. É um produto que vem agregar a este novo momento", afirma o superintendente estadual da companhia, Érico Jovino.

"O Correios Celular vem para diversificar e agregar novas receitas", acrescenta a assessora da vice-presidência de Canais dos Correios, Wooney Mello.

O modelo de telefonia móvel dos Correios pretende atingir principalmente as camadas de baixa renda. "O projeto é para todos. Desde aquele que frequenta as agências do Correios até aqueles que não frequentam e podem fazer a compra pela internet. Houve no início uma migração muito grande do público B para o nosso projeto. Nós identificamos isso. Agora, a gente entrou com o 'Alô 20' para voltar a resgatar o nosso público inicial que é o das camadas D e E", explica Wooney Mello.

A meta da empresa é credenciar até o fim deste ano 500 mil chips em todo o País. Apenas no Ceará, a estimativa chega a 14,6 mil pessoas aderidas ao Correio Celular. "A gente está iniciando a comercialização e as expectativas são muito boas. O público do Norte e Nordeste é muito grande e muito interessante para o produto em si. A partir de R$ 20 você já consegue colocar crédito e tem internet sem cortes, então é bastante interessante para o público cearense", diz Jovino.

As vendas ocorrerão diretamente nas agências próprias dos Correios, nas franqueadas e pela internet. "É um sistema do pré-pago e é exigido o CPF da pessoa. Não tem cadastro e a pessoa precisa manter o plano e fazer os pagamentos mensalmente. Assim como nos outros estados, a nossa expectativa é que no Ceará a adesão seja muito boa. Temos mais de 200 mil chips vendidos no País até o momento, desde 2017. Acreditamos que aqui será um grande sucesso", acrescenta a assessora.

Planos

Os Correios oferecem cinco pacotes a partir de R$ 20. Neste plano, os clientes têm 30 minutos em ligações para qualquer número fixo ou celular de qualquer operadora e DDD, mais 500 MB de internet. Já no pacote Alô 30, são 100 minutos em ligações para qualquer número fixo ou celular de qualquer operadora e DDD, mais 1 GB de internet, no valor de R$ 30.

Optando pelo Alô 40, os clientes têm 200 minutos em ligações para qualquer número fixo ou celular de qualquer operadora e DDD, mais 3 GB de internet, no valor de R$ 40. Com R$ 60, o Alô 60 oferece 300 minutos em ligações para qualquer número fixo ou celular de qualquer operadora e DDD, mais 5 GB de internet. Já o Alô 90 são 400 minutos em ligações para qualquer número fixo ou celular de qualquer operadora e DDD, mais 8 GB de internet, no valor de R$ 90.

O serviço ainda não chegou nos estados do Amazonas, Roraima, Paraíba e Alagoas. O Correios Celular complementa o conjunto de serviços oferecidos pelos Correios, valendo-se de parceria estabelecida com a EUTV, prestadora de Serviço Móvel Pessoal (SMP), autorizada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Negócios

De acordo com a companhia, os Correios de outros países, como Irlanda, Bélgica, Portugal, França, Itália e Alemanha, atuam neste tipo de negócio.

Sobre a portabilidade, a empresa afirmou que o processo será feito como acontece em qualquer operadora, seguindo as regras da Anatel. A companhia reforçou que não precisou realizar investimento para atuar como operadora virtual. Os Correios usam as antenas da TIM, mas o "coração da rede", que são os planos, atendimento, funcionamento da rede, é de responsabilidade da empresa estatal. Detalhes podem ser obtidos pelo site www.correioscelular.com.br.

info

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.