Hotel investe R$ 1,5 milhão

Com hub, Gran Marquise estima fluxo até 25% maior

01:00 · 15.05.2018
Image-0-Artigo-2399990-1
Empreendimento já percebe uma movimentação de turistas melhor neste ano quando comparado com o desempenho de 2017

Em decorrência do início das operações do hub aéreo da Air France-KLM e Gol Linhas Aéreas, no último dia 3 de maio, o Hotel Gran Marquise já estima um fluxo até 25% maior de turistas internacionais, dentro de um prazo de três anos.

"Hoje, o fluxo de turistas internacionais no hotel é de 5%, mas a nossa estimativa é que em 2020 salte para entre 20% a 25%", mensura o gerente geral do Hotel, Philippe Godefroit.

Ainda de acordo com ele, 2018 já promete render um fluxo melhor para o hotel que 2017, justamente porque o centro de conexões de voos vai gerar uma movimentação intensa no Aeroporto de Fortaleza. Entretanto, considera ser cedo para mensurar isto com exatidão.

A boa expectativa, assinala, está ligada ao turismo de negócios, impulsionado pelas novas frequências dentro e fora do Brasil, assim como pela melhor infraestrutura hoje disponível para a realização de eventos no Estado, como o Centro de Eventos do Ceará (CEC). "Apesar da crise, que fez o turismo de negócios baixar um pouquinho de dois anos para cá, estou otimista porque a tendência é (o fluxo) melhorar a cada ano, já que vamos receber mais turistas da França, Holanda...".

Aportes

Localizado na Avenida Beira Mar, no Mucuripe, área onde está concentrada grande parte do setor hoteleiro da Cidade, o Gran Marquise investe anualmente cerca de R$ 2 milhões para promover a modernização e ampliação de espaços no estabelecimento. Somente para atualizar a sua comunicação interna em corredores e elevadores, o hotel desembolsou R$ 100 mil. Dentre as reformas realizadas no momento ainda está a troca de todas as portas.

Restaurante Mucuripe

Outro investimento importante do Gran Marquise é a ampla reforma estrutural do restaurante e da cozinha do hotel, para os quais foram destinados cerca de R$ 1,5 milhão. Além da repaginação do seu aspecto visual, foi transformado o conceito de serviços, bem como a proposta gastronômica do restaurante, que conta com mais de 200 itens e espumantes.

"Todo ano apresentamos uma coisa nova para atender ao mercado. No restaurante Mucuripe teremos adega e um novo cardápio de café da manhã com produtos mais saudáveis, sem glúten e sem açúcar", detalha Philippe Godefroit.

"Para além disso, nosso Wine Master e gerente de alimentos e bebidas, Jorge Bita, promete supresas para os apreciadores de vinhos", acrescenta, lembrando que o restaurante também será aberto à noite, oferecendo pratos à base de frutos do mar.

Embora a obra siga em ritmo acelerado, a previsão é que as intervenções sejam encerradas em julho e a abertura aconteça logo após, em agosto próximo.

Com assinatura do arquiteto Racine Mourão, tanto o restaurante Mucuripe quanto a cozinha vão reunir em um único espaço a contemporaneidade e a proximidade dos clientes com o espaço gastronômico.

Corpus Christi

O feriado de Corpus Christi de 2018, que transcorre no próximo dia 31 de maio, não é período em que Godefroit prevê alta significativa no fluxo. Ainda assim, lembra que a maioria das reservas são realizadas entre 10 a 15 dias antes do feriado chegar. "Neste mês de maio, a praça em geral de Fortaleza não vai ter um mês de grandes ocupações. Acho que a gente chega a 50% de ocupação", calcula. 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.