Coluna

Stand: Preços de imóveis usados em Fortaleza sobem 4,99%

00:00 · 15.06.2017

Fortaleza não apresentou redução no valor médio dos imóveis usados à venda no mês de maio. A variação em relação ao mês anterior foi positiva da ordem de 1,26%, passando de R$ 4.653 em maio de 2016 para R$ 5.212 em igual período deste ano. De janeiro a maio de 2017, as unidades habitacionais na Capital cearense registraram valorização de 4,99% e de 12,01% considerando os últimos 12 meses. Os dados são do indicador de medição de preços, Índice Properati-Hiperdados (IPH), que monitora o valor médio do metro quadrado dos imóveis usados no mercado em 50 cidades brasileiras. Em São Paulo, entretanto, o preço dos imóveis voltou a cair, passando de R$ 8.252 em abril para R$ 8.221 em maio, uma queda de 0,38%. Na variação anual, a capital paulista registrou aumento nominal de 0.34% - em maio de 2016 o valor médio do m² era de R$ 8.193. Considerando a inflação pelo IPCA/IBGE, os preços recuaram 3,59%. O custo do metro quadrado dos imóveis no Rio de Janeiro, por sua vez, apresentou queda de 0,74% entre abril e maio, passando de R$ 8.909 para R$ 8.843. Na comparação anual, os preços tiveram aumento nominal de 3,41% - em maio de 2016, o custo do m² era de R$ 8.551. Se considerada a inflação, houve queda de 0,64%. O mercado imobiliário em Brasília também registrou recuo de 1,14% em maio, quando o custo do m² passou de R$ 5.949 para R$ 5.881. O preço médio do m² em igual período de 2016 era de R$ 6.606, o que representa uma queda nominal de 2,08%. Se considerada a inflação, os preços despencaram 5,92%.

Lenta recuperação

Image-0-Artigo-2256168-1

As vendas de cimento no mercado interno brasileiro totalizaram 21,6 milhões de toneladas de janeiro a maio deste ano, queda de 8,9% ante igual período de 2016, segundo dados da indústria. Em 12 meses, as vendas somaram 55,3 milhões de toneladas, queda de 10,1%. Em maio deste ano, foram vendidas 4,5 milhões de toneladas, queda de 5,5% em relação a maio de 2016.

Posse

A Cooperativa da Construção Civil do Estado do Ceará (Coopercon-CE) empossou, ontem, a nova diretoria para o Biênio 2017-2019, durante a festa em comemoração aos 20 anos de história da Cooperativa, realizada no Teatro RioMar. Assumiu a presidência o diretor da Construtora Mota Machado, Emanuel Capistrano, engenheiro civil formado pela Universidade Federal do Ceará (UFC) em 1977. Ele sucede João Carlos Lima, que fundou a Cooperativa ainda em 1997.

Química nas obras

Da construção de uma única casa a um conjunto residencial, a química está presente em diversos canteiros de obra espalhados pelo País. O potencial de crescimento do mercado de químicos para construção é comprovado em números. No Brasil, a indústria química teve faturamento líquido de US$ 113,5 bilhões em 2016, alta de 1,4% ante 2015, segundo a Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim). A química trouxe para o mercado produtos de maior valor agregado.

Decoração com mais estilo 

Image-1-Artigo-2256168-1

Quem vai decorar espaços residenciais ou comerciais conta hoje com uma imensa variedade de revestimentos que conferem mais estilo e personalidade aos ambientes. São muitas as fontes de inspiração da indústria de acabamentos na construção civil, desde versões mais modernas de materiais clássicos, como a madeira, a conceitos ousados de arte. A Biancogres, por exemplo, lançou uma linha de revestimentos - a Linha Stelle - inspirada na Op Art - termo usado para descrever a arte que explora a falibilidade do olho e pelo uso de ilusões de ótica. Uma estrela de quatro pontas estilizada serviu como ponto de partida para a estampa desse revestimento para parede. Ela forma desenhos tridimensionais que dão margem a diferentes interpretações, conforme o ângulo de observação. O resultado é uma parede com muita personalidade, onde o acessório decorativo ganha protagonismo no ambiente. São duas opções de cores - Stelle Blue e Stelle Cobre. Em cerâmica monoporosa, para parede.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.