coluna

Stand: indústria de materiais desacelera investimentos

01:00 · 02.08.2018

O nível de investimento na indústria de materiais de construção tende a ser desacelerado, aponta a Associação Brasileira das Indústrias dos Materiais de Construção (Abramat). Termômetro das pretensões de investimento futuras dos associados à entidade, mostram a queda nas intenções no setor para os próximos 12 meses, com o indicador chegando ao patamar mais baixo desde março de 2017. As incertezas trazidas pelo cenário político refletem nas expectativas das empresas sobre ações governamentais.A avaliação referente ao faturamento é em sua maioria "regular" em relação ao mês de julho que findou, enquanto para agosto a expectativa tem pequena variação, com menos pessimismo, uma vez que nenhuma associado projeta o oitavo mês do ano como "muito ruim", e aumento no otimismo, já que surgem empresas com expectativa de desempenho "muito bom" para o período. Quanto às vendas ao mercado interno, filão que representa a maior parte do faturamento das empresas do setor, a avaliação sobre julho foi ligeiramente positiva, com 35% das empresas considerando o mês que terminou foi "bom". Aqueles que consideraram "ruim" ou "muito ruim", somados, representam 17%. Para agosto, a expectativa sofre pequenas alterações, com teor positivo, com 4% das empresas projetando um mês "muito bom", 31% "bom", 52% "regular" e 13% "ruim". Nenhum associado projeta um desempenho "muito ruim" para este mês.

Image-0-Artigo-2434315-1

Design diferenciado acessível A Lorenzetti é uma das referências na categoria de metais sanitários, sobretudo quando o assunto é a união de design diferenciado e preço acessível. A empresa também está investindo cada vez mais em moderna linha de cubas, que tem feito sucesso entre os profissionais especificadores, diz Paulo Sergio Galina, profissional de marketing da Lorenzetti. Uma das novidade é a peça que chama a atenção pelo modelo de apoio retangular. Desenvolvida pela Equipe de Design Lorenzetti, a cuba impressiona pelas bordas finas, que conferem delicadeza, modernidade e elegância, e interior fluido, sem cantos retos, que evita m respingos e facilitam a limpeza.

Fórum Imobiliário

As tendências do setor habitacional estarão no centro dos debates de Fórum Imobiliário Fortaleza, que acontecerá no próximo dia 9, no Quality Hotel. Participam os especialistas do setor, Otavio Cavalcanti (IWG/Regus) e Robinson Silva (GRI Club). Haverá análise dos cenários local e regional, e perspectivas para o futuro. Estratégias de vendas, prevenção a distratos e inadimplência também estão incluídos na pauta.

Inovação

O Brasil ganhou cinco posições no Índice Global de Inovação (IGI) deste ano, subindo do 69º para o 64º lugar em um ranking de 126 países. No entanto, o avanço não coloca o País na liderança da inovação na América Latina, que segue com o Chile na primeira posição regional. A classificação é publicada pela Universidade Cornell, Insead e a Organização Mundial da Propriedade Intelectual.

Revenda

Projeto de lei em análise na Câmara dos Deputados procura dar alternativa para pôr fim à prática dos contratos de gaveta, onde o comprador de um imóvel assume o seu financiamento, mas a titularidade da casa continua com comprador original. A mudança de nome no contrato só ocorre depois da quitação. O acordo informal também ocorre com imóveis no programa Minha Casa.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.