Coluna

Stand: Alvarás: 'martelo deve ser batido' até amanhã

01:00 · 24.05.2018
SINDUSCON-CE: 1º feirão até setembro Junto ao Feirão da Caixa, tradicionalmente realizado no 1º semestre, o Feirão assinado pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará (Sinduscon-CE) deve se firmar como evento de destaque do setor em Fortaleza no 2º semestre. Conforme o presidente da entidade, André Montenegro, a 1ª edição deve acontecer entre a segunda quinzena de agosto a, no mais tardar, a primeira quinzena de setembro. Montenegro diz que o momento é de buscar parceiros para viabilizar o evento, cujo maior intuito é reunir toda a cadeia produtiva.

Representantes da construção civil esperam que o prefeito Roberto Cláudio se posicione a favor da proposta apresentada pelo setor sobre os alvarás de construção até amanhã (25). "Esperamos o prefeito bater o martelo até sexta-feira porque ninguém vai esperar virar o mês e ter que renovar os alvarás da construção civil", conforme prevê o Código Tributário Municipal renovado e aprovado em novembro de 2017, diz o presidente do presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará (Sinduscon-CE), André Montenegro.

Pelo acordo, os alvarás de construção não precisarão mais ser renovados de dois em dois anos, mas a cada cinco anos. Mediante alta proporcional dos preços. "A Prefeitura de Fortaleza reconheceu que os valores dos alvarás de construção estavam realmente acima do que as empresas suportariam", ressalta, acrescentando que normalmente as obras não são finalizadas em prazo menor de cinco anos. "E ter que renovar de dois em dois anos seria muito complicado. Pedimos que o prefeito colocasse para cinco anos e, em troca, vamos pagar o proporcional a isso: 2,2% sobre o que a Prefeitura pedia antes". O Diário do Nordeste mostrou que da forma que foi alterada a nova legislação geraria ônus para vários segmentos. Em vigor desde o fim do mês de fevereiro, o Código Tributário prevê que o valor da taxa será de 0,8% do Custo Global da Construção (CGC) da edificação para imóveis cuja área a ser construída seja de até 20 mil m² e de 1% para áreas superiores a 20 mil m².

Praça revitalizada

A C. Rolim Engenharia reforça seu compromisso com os espaços verdes, integrando o Programa Adoção de Praças e Áreas Verdes da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma). No sábado (26), a partir das 8h, a C. Rolim Engenharia realiza a adoção da Praça Eng. Pedro Felipe Borges, no bairro Cocó, com atividades abertas ao público. O evento terá a presença do presidente da C. Rolim Engenharia, Dr Pio Rodrigues Neto.

Melhora no setor

Segundo pesquisa do FipeZap, o preço médio dos imóveis no Brasil caiu 0,01% em abril, gerando uma queda acumulada de 0,09% no ano e 0,70% em 12 meses. Diversos fatores influenciam na queda do preço dos imóveis, mas o que está à frente é justamente a procura. A análise é feita pelo diretor executivo do escritório de representação da Associação Brasileira dos Mutuários da Habitação em Pernambuco, Felipe Borba Britto Passos.

Financiamento

O Sistema de Cooperativas de Crédito no Brasil, Sicoob, baixou a taxa de juros do financiamento imobiliário de 9,48% para 8,98% ao ano. Isso ocorreu devido à queda dos juros e da inflação, além da redução da demanda por imóveis, principalmente em cidades do interior. Os interessados podem comprometer até 30% da renda com as prestações e podem pagar no prazo máximo de 30 anos.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.