IR FÁCIL

00:00 · 22.03.2014

O Diário do Nordeste, em parceria com o Grupo Fortes de Serviços, abre este espaço para tirar dúvidas e responder aos questionamentos dos leitores sobre o Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2014. Perguntas devem ser enviadas para o e-mail negocios@diariodonordeste.Com.Br

1. Posso antecipar a declaração de uma de venda de imóvel que fiz em 2014 na declaração referente ao período de 2013? O objetivo é utilizar o FGTS em 2014 para comprar outro imóvel.

Não. As operações são informados na DAA do ano-calendário em que ocorrem.

2. Comprei um carro para minha filha no nome dela. Atualmente, ela é universitária e tem uma bolsa pela UFC de R$ 450,00. Como faço para declarar esse bem em minha declaração, já que ela é minha dependente?

Na ficha de bens e direitos de sua declaração descreva o bem normalmente, acrescentando a informação de que o mesmo está em nome da sua dependente.

3. Como fazemos para declarar bem que pertence a mim e a meu companheiro?

Em uma união estável, salvo contrato escrito entre os conviventes, aplica-se às relações patrimoniais, no que couber, o regime da comunhão parcial de bens.

Assim, quando os conviventes optarem por apresentar a Declaração de Ajuste Anual em separado, todos os bens ou direitos comuns devem ser relacionados em apenas uma das declarações, independente do nome de qual convivente consta na documentação dos referidos bens ou direitos, tais como: imóveis, conta-corrente, veículos, ações.

4. Minha empresa passava por dificuldades, então tive que emprestar dinheiro suprir o caixa dela. Preciso declarar esse empréstimo?

Os empréstimos feitos devem ser informados na Declaração de Bens e Direitos, no código 51. Os juros recebidos por ocasião do pagamento do empréstimo são tributados exclusivamente na fonte pela pessoa jurídica tomadora do empréstimo.

5. Como declarar consórcio ainda não contemplado?

No caso de consórcio ainda não contemplado, informar o código 95 e os dados do consórcio no campo "Discriminação" da Declaração de Bens e Direitos.

No campo "Situação em 31/12/2012 (R$)", repetir o valor já declarado no exercício de 2013. No campo "Situação em 31/12/2013 (R$)", informar o valor declarado no Ano de 2012, acrescido dos valores pagos em 2013.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.