Coluna

I.R Fácil

01:00 · 21.04.2018

O Diário do Nordeste, em parceria com a Sage IOB, abre este espaço para tirar dúvidas e responder aos questionamentos dos leitores sobre o Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2018. Perguntas devem ser enviadas para o e-mail negocios@diariodonordeste.com.br

Negociei os valores das mensalidades escolares das minhas filhas e a última parcela paguei em março de 2018. Quais valores posso informar na minha declaração para fins de dedutibilidade?

Na declaração de 2018 só podem ser informados dos dependentes os valores pagos no ano de 2017. Os valores pagos em 2018 serão informados na declaração a ser entregue em 2019.

Tenho duas empregadas domésticas registradas em meu nome. Na declaração de imposto de renda posso utilizar a dedução da contribuição previdenciária patronal das duas?

RESPOSTA: Não. A dedutibilidade da contribuição patronal paga à Previdência Social pelo empregador doméstico incidente sobre o valor da remuneração de apenas um empregado por declaração.

3. Entreguei a declaração de 2018, mas acabei por esquecer de informar os rendimentos da Nota Fiscal Paulista. Preciso retificar a declaração?

RESPOSTA: Recomendamos retificar a declaração e indicar os créditos recebidos do programa Nota Fiscal Paulista na ficha "Rendimentos Isentos e Não Tributáveis" na linha "26 - Outros". Se recebeu prêmios desse programa, informe o valor na ficha "Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva" com o código "12 - Outros".

4. Tenho uma casa que está alugada em São Paulo para uma pessoa física e moro em Minas Gerais pagando aluguel. Preciso saber se o valor que recebo de aluguel, por ser inferior ao valor que pago pode ser restituído?

RESPOSTA: O valor que você paga de aluguel não pode ser deduzido na declaração de ajuste.

Você deve informar os rendimentos recebidos de aluguéis na ficha de "Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Física/Exterior", na aba de "Outras informações", com a utilização da coluna aluguéis. Os valores pagos serão informados na ficha "Pagamentos Efetuados".

5. Devo informar na minha declaração as quotas do imposto de renda resultantes da declaração do ano anterior?

RESPOSTA: Na declaração de ajuste anual não há campo para informar as quotas pagas do Imposto de renda do ano anterior.

6. Continuo pagando o plano de saúde do meu filho, que já não é mais meu dependente. Posso deduzir esse gasto na minha declaração?

RESPOSTA: Esse gasto não pode ser informado na sua declaração. Mas, se o seu filho fizer a Declaração, ele poderá informar os pagamentos com o plano de saúde na ficha "Pagamentos Efetuados".

7. Eu e minha esposa apresentamos declarações separadas. Podemos informar metade dos bens do casal em cada declaração?

RESPOSTA: A totalidade dos bens e direitos comuns deve ser informada na declaração de um dos cônjuges. Na declaração do contribuinte em que não constar os bens e direitos, por constarem na declaração do cônjuge, deve ser incluída informação no campo "Discriminação", utilizando-se o código 99, relatando que os bens e direitos comuns estão apostos na declaração do cônjuge, informado também o nome e número de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) do cônjuge.

8. Em 2017 tive retenção de imposto de renda. A empresa me forneceu o comprovante de Rendimentos relativo a esse ano. Preciso apresentar a declaração?

RESPOSTA: Você deve apresentar a declaração se recebeu em 2017, rendimentos tributáveis, sujeitos a ajuste na declaração, cuja soma foi superior a R$ 28.559,70. Ou se houver o enquadramento em qualquer outra condição de obrigatoriedade. Porém, caso não se enquadre em nenhuma situação de obrigatoriedade, pode apresentar a declaração para receber a restituição do imposto retido. O rendimento, as deduções e o imposto retido devem ser informados de acordo com o comprovante de rendimentos na ficha "Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Jurídica - Titular".

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.