Coluna

Gestão Ambiental: Telecomunicação verde

maristela

Gestão Ambiental

MARISTELA CRISPIM

01:00 · 27.12.2017

A Claro Brasil, representada pelas marcas Claro, Embratel e NET, anunciou o Programa "A Energia da Claro", que prevê o uso de energia limpa, por meio de Geração Distribuída, e a adoção de ações de proteção ao meio ambiente em todas as suas operações e instalações no Brasil. Na prática, o programa representa uma redução de mais de 100 mil toneladas métricas de CO2 ao ano, o equivalente à retirada de quase 420 mil carros de circulação. É o maior projeto de Geração Distribuída do País entre empresas privadas e o primeiro entre empresas de Telecomunicações. A energia utilizada pela Claro será proveniente de diversas fontes renováveis: Solar, Eólica, Hidrelétrica, Biogás e Cogeração Qualificada. A meta da empresa é cobrir 80% da energia utilizada por suas operações em todo o Brasil, o que representa mais de 600.000 MWh/ano.

Image-0-Artigo-2341596-1
O ano de 2017 foi o que o Brasil mais registrou queimadas em toda a história desde que o monitoramento com satélites começou, em 1988. Foram 273 mil focos de calor até o dia 20 de dezembro. O recorde anterior pertencia a 2004, com 270 mil focos. A secura extrema do solo na Amazônia, no Nordeste e no Centro-Oeste, que não se recuperaram das estiagens atípicas dos últimos anos, tornaram o País inteiro altamente inflamável. Os produtores rurais se encarregaram de acender a fagulha. A temporada de furacões de 2017 foi a mais severa já registrada. Citando alguns: 17 tempestades fortes o bastante para merecer nome (de Arlene a Rina); um índice de energia de tempestades duas vezes maior que a média de 1981 a 2010; e o furacão mais forte da história (Irma).

Ação

No dia 1º de junho, Donald Trump anunciou que os Estados Unidos iriam se retirar do Acordo de Paris, "mas começar negociações para reentrar o Acordo de Paris ou uma transação inteiramente nova em termos que sejam justos para os Estados Unidos". Em seu discurso, tentou justificar o injustificável.

Reação

Até agora, o anúncio do abandono do Acordo do Clima tem servido para unir forças globais em torno de Paris. No mesmo dia em que Trump discursou, a chanceler alemã, Angela Merkel; e o presidente francês, Emmanuel Macron, chamaram a imprensa para dizer que o Acordo de Paris "não é renegociável".

"Temos que reduzir as emissões de carbono do nosso processo, investir em novas tecnologias para reduzir o impacto na mudança climática e desenvolver negócios de alto valor em energia renovável"

Pedro Parente
Presidente da Petrobras

Bom

Modelo 3

No dia 28 de julho de 2017, a Tesla lançou seu primeiro carro elétrico "popular", o Modelo 3, um sedã médio que vai de 0 a 100Km em 6 segundos e roda 346Km com uma carga de bateria. Custa US$ 35 mil e já tem 500 mil unidades encomendadas. É cedo para dizer. Ainda neste ano, a Volvo anunciou que não produzirá nenhum carro a combustão interna a partir de 2019.

Mau

Quente

2017 ainda não acabou, mas já é o terceiro ano mais quente desde o início das medições com termômetros, em 1880. Perde só para 2016 e 2015, mas pode ser que termine em segundo, abaixo apenas de 2016. Segundo a OMM, entre janeiro e setembro a temperatura da Terra ficou 1,1ºC acima da média pré-industrial. Estamos há 637 meses sem um mês de frio anormal no mundo - o último ocorreu em 1929.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.