coluna

Gestão Ambiental: Energia solar no Brasil

maristela

Gestão Ambiental

MARISTELA CRISPIM

01:00 · 10.01.2018

O Brasil acaba de ultrapassar a marca histórica de 1 gigawatt (GW) em projetos operacionais da fonte solar fotovoltaica conectados à matriz elétrica nacional, segundo levantamento da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar). A potência é suficiente para abastecer 500 mil residências, produzindo energia renovável, limpa, sustentável e competitiva capaz para atender o consumo de 2 milhões de brasileiros. O Estado do Ceará já possui usinas solares particulares em funcionamento. Mas, na geração distribuída, é possível perceber o crescimento no uso pela população, empresas e governos de sistemas fotovoltaicos em residências, comércios, indústrias e prédios públicos.

O nível de oxigênio do oceano aberto e das águas costeiras tem diminuído drasticamente durante os últimos 50 anos, revela estudo publicado na semana passada na revista científica Science. O oceano aberto já perdeu cerca de 2% de seus níveis médios de oxigênio, o que significa 77 bilhões de toneladas a menos. As regiões de baixa oxigenação expandiram-se consideravelmente. O volume de oceano completamente desprovido de oxigênio mais que quadruplicou e cerca de 500 áreas próximas à costa apresentaram concentração de oxigênio muito baixa. Até o dia 15 de janeiro, o Instituto de Pesquisas Ecológicas (IPÊ) e o Ministério do Meio Ambiente (MMA) recebem a colaboração de profissionais que atuam em organizações da sociedade civil, governo e empresas para a construção do novo mapa de áreas e ações prioritárias da Mata Atlântica.

Image-0-Artigo-2347819-1

Mais energia I

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) abriu nova captação de recursos externos no valor de US$ 141,72 mi, com o Banco de Desenvolvimento Alemão (KfW). A operação vai contribuir para a mitigação das mudanças climáticas por meio do apoio a projetos envolvendo eficiência energética e energias renováveis.

Mais energia II

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Ceará (Senai-CE) matricula para três cursos em energias renováveis com foco em sistemas fotovoltaicos: Montador de Sistemas Fotovoltaicos (qualificação profissional); Montagem de Sistemas Fotovoltaicos (curta duração); e Dimensionamento de Sistemas Fotovoltaicos (curta duração).

"Sem um choque em nossos modos de produção e de desenvolvimento, não iremos conseguir conter a alta da temperatura da Terra abaixo de 2°C ou 1,5°C"

Emmanuel Macron. Presidente da França

Bom

Buraco menor

A proibição global do clorofluorcarbono (CFC) fez com que a destruição da camada de ozônio diminuísse 20% em relação a 2005. Susan Strahan, cientista atmosférica do Goddard Space Flight Center da Nasa, e sua colega Anne R. Douglass publicaram essa constatação na revista Geophysical Research Letters. O ozônio estratosférico protege a Terra ao absorver a radiação UV, capaz de causar câncer de pele e catarata, comprometer o sistema imunológico e danificar plantas.

Mau

Quente

O serviço climático europeu Copernicus declarou que, em calor, o ano passado ficou em segundo lugar, atrás de 2016 e à frente de 2015. A informação é relevante porque, em 17, ao contrário de 16 e 15, não houve El Niño para justificar as temperaturas elevadas. Ou seja, o quase-recorde do ano passado fica na tendência de longo prazo de aquecimento global. O ano passado teve uma média global de 14,7°C. Isso é 0,1°C mais frio que 2016 e 0,5oC mais quente que a média entre 1981 e 2010.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.