coluna

Egídio Serpa: promessa, água e política

egidio-serpa

Egídio Serpa

egidio@diariodonordeste.com.br

01:00 · 12.07.2018

Está no comunicado que o Ministério da Integração Nacional distribuiu 3ª feira (10) sobre a lenta obra de construção do Canal Norte do Projeto São Francisco de Integração de Bacias - que trará as águas do rio para o Ceará: "De acordo com o cronograma oficial de execução das obras do Eixo Norte, a previsão é de que as águas do Rio São Francisco atravessem o túnel Milagres até o mês de setembro deste ano". Esta é a terceira promessa de conclusão de um projeto que, na verdade, só em 2019 - se Deus e o próximo presidente da República quiserem - despejará água no Castanhão. Setembro será a véspera da eleição, e imagens de água chegando naquele mês em algum ponto do Ceará serão tudo de que precisarão alguns candidatos para eleger-se. Foi, é e será sempre assim.

R$ 1 bilhão

Confirma-se nota desta coluna: a paulista Steelcons - de Campinas - que ganhou o leilão para implantar 270 MW de energia solar na Chapada do Araripe - deve anunciar nos próximos dias participação de investidor estrangeiro no projeto, que absorverá mais de R$ 1 bi.

Corpo e alma

Dois eventos de massa estão vindo aí: o Fortal - carnaval fora de época que atrai para Fortaleza turistas de todo o País, e o Halleluya, festa católica que junta uma multidão ainda maior. Os hoteis ficam lotados. E o corpo dança e alma se eleva.

Ceará no samba Um dos patrocinadores do desfile da União da Ilha, que homenageará o Ceará na Avenida Sapucaí em 2019, poderá ser a forte indústria cearense de moda íntima. Fortaleza é um grande polo.

Energia: relógio impreciso

Alô, Arce! Alô, Inmetro! Alô, Enel! Há três anos, um consumidor instalou em seu domicílio um sistema de geração de energia solar fotovoltaico que funciona com precisão suíça. Porém, essa precisão não existe no medidor bidirecional que a concessionária - ou seja, a Enel - implantou na casa do cliente. O inversor digital de energia do cliente está a medir geração média de 465 KWh/mês, enquanto o equipamento da Enel só registra 170 KWh. Isso dá ao cliente um prejuízo de 295 KWh/mês, uma vez que é energia que deixa de ser creditada. A solução é fácil: substituir o medidor.

Certificação

Festa no Senai-Ceará, que em agosto inaugurará seu Centro de Certificação de Profissionais Montadores de Sistemas Fotovoltaicos. Seu superintendente engenheiro Paulo André Holanda (foto) informa que o centro está sendo instalado e operará na sua unidade da Barra do Ceará, aqui em Fortaleza.

Bom

Sindienergia

Sabe-se agora que o Sindicato da Indústria de Energia do Ceará é - do ponto de vista arrecadatório - o maior dos 40 filiados à Fiec. É a força do setor, que cresce com a filiação de novas empresas.

Ruim

Túnel

Obras públicas costumam dar problemas. O túnel da Avenida Borges de Melo, construído para dar passagem livre, por cima, ao VLT, ou foi mal construído ou mal projetado. Inundou duas vezes.

Livre Mercado

Qualquer pesquisa acadêmica, em qualquer campo da ciência e da tecnologia, só tem valor se publicada em revista ou jornal de referência da comunidade científica mundial. No Brasil - o Ceará no meio - alguns trabalhos acadêmicos de mestrado e doutorado que se fizeram na área da indústria e da agropecuária nunca foram reconhecidos por essas publicações por insubsistência científica. Mesmo assim, são citados constantemente por ONGs ideologicamente contrárias à iniciativa privada.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.