coluna

Egídio Serpa: Pecém-Roterdã e a eleição

egidio-serpa

Egídio Serpa

egidio@diariodonordeste.com.br

01:00 · 31.08.2018

Com possibilidade de reeleger-se no primeiro turno, Camilo Santana - impedido pela legislação de participar de eventos oficiais como inauguração de obras - beneficia-se da geração de boas notícias. A última delas revela o que já antecipara esta coluna: o Porto de Roterdã será, até novembro, isto é, depois da eleição de outubro, não apenas sócio da Cipp S/A, mas também responsável por parte de sua gestão, incluindo a do Complexo Industrial e Portuário do Pecém. Parceria sonhada por outros grandes portos nacionais, Roterdã-Pecém atrairá para o Ceará outros players mundiais da área da logística e do transporte marítimo. Consolidar-se-á o hub marítimo e portuário que se somará ao aéreo já em operação e ao hub da informática que engatinha. Agora, é manter o rumo.

Algodão

Está em alta o preço do algodão. Hoje, ele vale R$ 3,45 por libra/peso. Há um ano, apenas, custava só R$ 2,50 por libra/peso. É bom para os produtores; ruim para a indústria de fiação, que não consegue repassar os custos. Culpa da crise.

13º do Governo

Está tranquilo o Governo do Ceará: a segunda parcela do 13º vencimento do seu quadro de servidores ativos e aposentados está garantida. O banco que ganhar licitação para a gestão da folha de pessoal do Governo pagará por ela o valor do benefício.

Mudança

No jantar de apresentação do presidenciável João Amoedo e do seu Partido Novo, 4ª feira, 29, chamou a atenção a presença de jovens empresários cearenses, que ouviram um apelo: "Se nós queremos mudar o Brasil, unemo-nos pela mudança".

Beira Mar

No início da Avenida Beira Mar - onde existiu o Hotel Esplanada - será erguido um edifício de 40 andares; quase no fim da mesma Avenida, subirá um de 50 pavimentos. Todos de alto padrão, com um apartamento por andar. Prontos em quatro anos.

Betânia lança aplicativo

Líder do mercado na região Nordeste a cearense Betânia Lácteos está a usar a melhor tecnologia para interagir com seus quase 4 mil fornecedores no Ceará - 90% dos quais são de pequeno porte. A empresa dirigida por Bruno Girão- criou aplicativo por meio do qual passa a manter um fluxo de informações que incluem mecanismos de controle e de oferta da produção, viabilizando a antecipação do valor do produto vendido. Em fase final de exitosos testes, o aplicativo será utilizado, primeiramente, no Ceará e depois será estendido para PE, SE e BA, onde a Betânia tem fábricas. Lançamento no dia 19 de setembro.

Lá e cá

Passa-se na Argentina o que se passará no Brasil em 2019. Quebrada e agora sob cuidados do FMI a Argentina terá de fazer reformas e cortar gastos para consertar seus déficits. A mesma coisa acontecerá aqui. Populistas pro socialismo, ajudados por privilegiadas corporações, são contra e vão para as ruas.

Bom

Inauguração

Mais uma fábrica inaugurou o Grupo Moura, marca nacional de baterias. Sua nova unidade está localizada em Belo Jardim (PE), onde as outras fábricas do grupo empregam seis mil pessoas.

Ruim

Mais déficit

Perto do fim do mandato que herdou do impeachment, Michel Temer agrava o déficit da União: mandou pagar a partir de janeiro o aumento do servidor federal, incluindo o dos ministros do STF.

Livre Mercado

Avança a China, graças à alta tecnologia. Lá, por meio do reconhecimento facial, as multas de trânsito são emitidas contra motoristas e pedestres que desrespeitam a sinalização. Na China, 17% das compras são feitos por meio da internet - o e-commerce; no Brasil, só 2%. Detalhe: dos 802 milhões de chineses plugados, 722 milhões usam o telefone celular para fazer compras e pagar suas contas. A China, que cria diariamente 15 mil novas empresas, vai ultrapassar já os EUA e o seu Vale do Silício.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.