Coluna

Egídio Serpa: O leilão e seus vencedores

egidio-serpa

Egídio Serpa

egidio@diariodonordeste.com.br

01:00 · 22.12.2017
 
 
 
 

Houve duas grandes vencedoras do leilão A-4 de energia (para entrega em quatro anos) realizado 4ª feira, 21: a italiana Enel, que distribui energia no Ceará, e a Casa dos Ventos, do cearense Mário Araripe. A Enel ficou com 44,5% dos 1.386 MW leiloados; a espanhola Iberdrola ficou com 30% e a portuguesa EDP com 13%. A Casa dos Ventos, por sua vez, ainda celebra sua vitória, uma vez que 100% do que a Enel ganhou são projetos desenvolvidos por ela. E 30% do que arrematou a EDP são projetos também desenvolvidos pela Casa dos Ventos. Os vencedores - diz o consultor Cesar Prates - são empresas já consolidadas, com acesso a financiamento externo e a fundos de investimento estrangeiros - não irão depender do BNDES, se os juros não forem atrativos.

Piauí

O grosso do investimento a ser feito como produto do resultado do último leilão de energia A-4 irá para o Piauí, onde a portuguesa EDP e a italiana Enel despejarão, em parques eólicos, R$ 3 bilhões nos próximos 4 anos. Palmas para o governo piauiense.

Ceará

Do engenheiro e consultor em energia Jean Paul Prates: o Ceará e a Bahia foram a decepção do leilão de energia A-4. “O Ceará tinha razoável oferta de projetos, mas pelo jeito patina em questões diversas. Não teve um só MW vencedor”, diz.

Praga

Aos agricultores: a praga do ácaro vermelho das palmeiras, que era tratada como Quarentenária confinada em Roraima, já se disseminou. O Mapa tornou sem efeito a Instrução que impôs o controle do trânsito de vegetais hospedeiros.

Pré-moldada

Em apenas quatro meses, a cearense T&A construiu a estrutura de concreto da nova sede administrativa do Hapvida, em Fortaleza. As peças pré-moldadas na indústria da T&A no DI de Maracanaú foram montadas no canteiro de obras. Ah!!

 

2018: apostas da indústria

Na visão do presidente da Fiec, Beto Studart, o ano de 2017, principalmente neste semestre, mostrou o início da recuperação da economia brasileira, que nos últimos três anos foi duramente castigada pelos efeitos de uma equivocada gestão federal. No Ceará, a retomada do crescimento tem sido mais acelerada, “graças à boa parceria do Governo do Estado com o empresariado, o que com certeza prosseguirá ao longo de 2018”. Para Beto Studart, a construção civil - onde ele atua - recupera-se lenta e gradualmente, aqui e em todo o País. “Cremos que 2018 trará uma nova Previdência e líderes novos na política”, afirma Studart

Bom conselho

Melhor do que dietas da moda, a melhor maneira de evitar a obesidade é comer frutas, verduras e legumes - como está a sugerir Artur Bruno, secretário do Meio Ambiente do Governo do Ceará. Um mamão, uma banana e uma salada verde “são mais nutritivos do que um hambúrguer”, ensina ele.

 

 

Bom

Nacional Gás

Uma empresa do Grupo Edson Queiroz, a Nacional Gás ganhou o Prêmio GLP 2017 de Inovação e Tecnologia nas categorias gestão saúde e segurança. Premiados foram 5 “cases” da Nacional Gás .

 

 

Ruim

Crime

Será que o crime compensa? Há controvérsias. Os delatores já ganham a liberdade e alguns dos delatados, também. Todavia, parlamentares denunciados, com foro especial, sorriem. Oh!!

 

Livre Mercado

Uma prece árabe: “Se me deres a fortuna, não me tires a felicidade; se me deres a força, não me tires a sensatez; se me for dado prosperar, não permita que eu perca a modéstia, conservando apenas o orgulho da dignidade”. Neste tempo do advento - que se refere ao que há de vir - é uma mensagem destinada à meditação de quem, como o povo brasileiro, passou o ano ouvindo as delações que expuseram as vísceras de um País que, segundo o ministro Luiz Roberto Barroso, do STF, perdeu o rumo.

 

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.