Coluna

Egídio Serpa — Energia: aposta no Apodi

egidio-serpa

Egídio Serpa

egidio@diariodonordeste.com.br

01:00 · 27.04.2018
Fernando Cirino Gurgel, em cujas terras na serra do Apodi, no Leste do Ceará, implantam-se os maiores projetos de geração solar de energia elétrica, não deixa por menos: “Toda a Chapada do Apodi tem, por força da natureza, vocação para a geração solar. É lá que o sol tem endereço”. Ele revela: além da Enel - que em parceria com a rede de farmácias Pague Menos - instalou lá um projeto de 3 MW, já estão no Apodi a Kroma Energia e a Statoil e, agora, acaba de chegar a Steelcons, que implantará também nas terras de Cirino um parque solar com potência de 270 MW, que consumirá R$ 1 bilhão em investimento. O ex-presidente da Fiec não tem dúvida de que serão as renováveis - solar e eólica, principalmente - a grande fonte de energia elétrica aqui e no resto do mundo. 

Delação

Se a delação de Marcelo Odebrecht foi a do fim do mundo, imaginem o que causará a do ex-ministro Palocci. Ele mexerá com o sistema financeiro - é o que se ouve de empresários.

3 Corações

Geraldo Luciano Matos Júnior, vice-presidente de Investimentos de M. Dias Branco e conselheiro da Hapvida, que fez 4ª feira seu IPO na B3, acredita que, até o fim do próximo ano, outras cearenses abrirão o capital. Ele citou uma: a 3 Corações, que é a líder do seu setor.

Agronegócio

BNB e Adeece deram-se as mãos: celebrarão acordo de cooperação para “fortalecer o setor do agronegócio no Ceará”. Acordo disciplinará ações integradas que os dois lados implementarão, diz Sílvio Ribeiro, diretor de Agronegócio da Adece.

Aeroporto: enfim inspeção

Autoridades da Justiça Federal em Brasília fazem hoje “inspeção judicial” no Aeroporto de Fortaleza, com o objetivo de “prover celeridade” à solução de conflitos entre a Infraero e o antigo consórcio CPM que executava - a passos de tartaruga - sua ampliação. É a última providência que resta para que, finalmente, a alemã Fraport retome a obra. O Aeroporto Pinto Martins - agora sob gestão privada - precisa de ser ampliado logo, e para isso depende de decisão da Justiça, que no Brasil é, culturalmente, para dizer o mínimo, devagar, quase parando. Mas agora, vai.

Exportações

Romildo Carneiro Rolim, presidente do BNB, sorri com os resultados das exportações nordestinas no primeiro trimestre deste ano: US$ 3,9 bilhões, 3,8% a mais do que no mesmo período de 2017. O algodão - aumento de 224% - foi o grande destaque da balança comercial de janeiro a março

Bom

Eólica

No vizinho Uruguai, os ventos já são a principal fonte geradora de energia elétrica. A energia eólica assumiu a liderança em março, gerando 40,9% da energia do País. A hidráulica com 38,7%.

Ruim

Corrupção

Como se fosse uma casa de horrores, o STF segue a produzir decisões inacreditáveis: limpou a ficha suja do ex-senador goiano Demóstenes Torres, cassado por corrupção. Ele voltará à política. 

Livre Mercado

Ficará mais fácil para o cearense viajar de Fortaleza até Pequim ou Shangai, na China, ou Seul, na Coreia do Sul. Hoje, para ir à Ásia, é necessário viajar daqui a São Paulo, de lá a Dubai e daí ao destino asiático - três etapas. Pela Air France-KLM, cujos voos começarão na próxima quinta-feira, 3/05, haverá uma só escala em Paris ou Amsterdam, reduzindo o tempo de viagem e o cansaço que provocam os voos longos e a espera nos aeroportos de conexão. A Emirates vai perder clientes nordestinos.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.